Como planejar sua viagem para Bali

Planejando sua viagem para Bali? Essa paradisíaca ilha da Indonésia entrou na rota do turismo internacional devido às suas praias, paisagens e belezas naturais – algumas das mais deslumbrantes de todo o continente asiático.

Como Bali e a Indonésia não são tão conhecidas e populares entre os brasileiros, preparamos um post completo cheio de dicas para seu roteiro.

Preparado? Vamos lá.

Bali - Indonésia
Templos entrecortam paisagens de Bali, na Indonésia. Foto: iStock, Getty Images

Viagem para Bali passo a passo

Para começar, é preciso dizer que brasileiros precisam de visto para Bali e também para visitar qualquer outra região da Indonésia.

No entanto, o procedimento é extremamente fácil. O visto é tirado nos aeroportos da Indonésia na hora da chegada ao país. Basta se dirigir ao local correto(as indicações no aeroporto são suficientes para orientar os passageiros) e então você receberá um carimbo no passaporte. Esse visto de turismo é gratuito e tem validade de 30 dias, podendo ser renovado por mais tempo. Além do passaporte, os seguintes documentos também são necessários:

  • Passaporte com validade mínima de 6 meses
  • Certificado internacional de vacina contra a febre amarela
  • Passagem de volta.

A grande vantagem é não ter que se dirigir ao consulado/embaixada no Brasil, sem falar no custo, que para alguns países costuma ser bem salgado.

A ilha de Bali

Bali é considerada um dos lugares mais espetaculares de toda a Ásia. Anualmente, mais de um milhão de pessoas visitam a ilha. Do ponto de visto geográfico, Bali está entre as ilhas de Java(também conhecida pela turismo) e de Lombok. Para você ter uma ideia, o arquipélago da Indonésia possui mais de 17 mil ilhas!

A ilha é de natureza vulcânica, sendo que a última vez que um vulcão acordou foi em 1963. O clima da região é tropical e úmido, com duas temporadas bem definidas, uma seca e outra chuvosa. A parte montanhosa geralmente é a menos visitada pelos turistas, que preferem passar a maior parte do tempo na costa.

A principal área turística é Kuta, que fica perto do aeroporto. A pequena vila foi descoberta pelos turistas internacionais na década de 70, desde então as suas praias brancas e as ondas perfeitas para prática do surfe se tornaram referência na Indonésia.

Vários resorts instalados ao longo da costa proporcionam ótimas experiências e infraestrutura de ponta. À leste, há os resorts de Candi Dasa e Sanur. Lovina e Ubud, mais centralizados,  são outros dois lugares muito procurados.

Alguns desse locais, como Ubud, foram descobertos pelo turismo internacional apenas recentemente. Ah! Uma dica importante é que os resorts são mais indicados para quem quer descansar. São lugares calmos e com paisagens perfeitas para curtir o tempo e a natureza. Para conhecer bares, restaurantes e atrações mais badaladas, Kuta deve ser o seu destino.

Quando visitar?

A estação seca é mais indicada para quem gosta de praticar esportes aquáticos e atividades ao ar livre. Entre julho e agosto, Bali fica lotada de pessoas, tem clima seco e é o período mais caro. Por conta desses fatores, muita gente indica os meses de  abril, maio, junho e setembro, como os melhores, pois fazem parte da estação seca e possuem preços melhores.

Como chegar?

O principal acesso para a ilha de Bali é o aeroporto de Denpasar, também conhecido como Aeroporto Internacional de Ngurah Rai. Se você for direto, provavelmente o voo fará escala em Jacarta, capital da Indonésia.

Aqui vale a regra de ouro para planejar qualquer viagem internacional. Pesquise bastante e com antecedência para conseguir voos mais baratos e poder escolher os horários que te atendem melhor.

Breve guia para sua viagem em Bali

Agora, antes de você ir é preciso conhecer quais são as principais atrações e, também seguindo as boas práticas de planejamento, ter um roteiro, ainda que simples e sucinto. Foi pensando nisso que fizemos essa sessão.

Regiões central e leste

Ubud, que comentamos brevemente acima, é o centro artístico da ilha. É um lugar conhecido pelas performances de danças locais e suas casas medicinais. Suas ruas estreitas e cheias são famosos centros de compras.

Já a região leste é famosa pelos templos, ruínas de antigos palácios e praias de areias negras. Areia Negra? Sim! Essas praias diferentes e lindas podem ser encontradas por lá. Diferente não é?

Na parte leste é onde se encontra o majestoso Partly Gunung Agung, com 3.142 metros de altura, a montanha mais alta de Bali. Você provavelmente vai avistá-la durante sua visita.

Norte e oeste

O norte e oeste da ilha são lugares mais tranquilos do que Ubud e as atrações da costa sul. Há pouco tempo essas áreas eram centros remotos de surfe e abrigavam praias menos conhecidas. Hoje em dia vários resorts fazem parte da região e dão aos turistas a oportunidade de relaxar em meio às praias e cenários cinematográficos da ilha.

O principal centro para prática de mergulho é o West Bali National Park, seguido pela costa de Pemuteran, localizada ao norte.

O sul da ilha de Bali

Você sabia que de acordo com os Balineses, o sul é a direção cardeal mais “impura”? Apesar dessa tradicional visão da cultura local, é a região sul a parte mais badalada da ilha. É lá que a infraestrutura turística e o comércio prosperaram e estão mais bem desenvolvido. Basta sair do aeroporto e rumar em direção ao sul que uma pletora de anúncios de hotéis, turnês e centros de compra começam a aparecer no caminho.

A cidade de Kuta está situada no sul, é o centro do turismo local. Além do sol, da areia e do mar extraordinários que você encontra por toda a ilha, na porção sul você ainda terá uma estrutura que não deixa nada a desejar a outros destinos famosos da Ásia.

Um roteiro comum é começar a viagem por Kuta e suas atrações mais “cansativas” e cheias e logo depois ir para algum resort e relaxar até o fim da viagem.

Para fechar esse breve guia, deixamos uma dica importante. Em Bali as cidades são longe umas das outras. Por conta disso, é altamente recomendado dispor de um meio de locomoção prático e que possa ser usado constantemente. Em geral, os turistas alugam carros ou se deslocam de táxi/uber. Uma outra opção, que é também bem divertida, é o aluguel de scooters, muito comuns por toda a ilha.

Gostou das dicas de viagem para Bali? Depois de sua visita, conte para nós como é conhecer uma praia de areias negras, nós também ficamos curiosos!

Deixe uma resposta