O que fazer em Curitiba: descubra 4 atrações da cidade

Acredite: há muito o que fazer em Curitiba. Repleta de atrações, a capital do Paraná é ecológica e culturalmente rica, com importantes monumentos arquitetônicos e ampla oferta gastronômica. Tanto para quem busca passeios tranquilos quanto para quem está atrás de agitação, a metrópole tem muito a oferecer.

Em 2015, Curitiba ocupou o primeiro lugar no ranking entre as capitais mais desenvolvidas do Brasil no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM).

A avaliação, conduzida pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, levou em consideração aspectos como nível de emprego e renda, além dos indicadores de saúde e educação nas capitais do país.

Nossa dica, portanto, é: que tal dar uma escapada no fim de semana e conhecer as belezas da capital paranaense? A seguir, você vai encontrar várias dicas do que fazer em Curitiba.

Curitiba
Curitiba é uma cidade bela, ecológica e desenvolvida. Foto: iStock, Getty Images

Descubra o que fazer em Curitiba

Os melhores índices em qualidade de vida não são à toa: com a alcunha de cidade verde, Curitiba conta com diversos parques arborizados e eficientes soluções urbanas, facilitando a mobilidade dos cidadãos. Seu passeio por lá certamente vai ser agradável.

Então, vamos às dicas? Confira quatro pontos turísticos essenciais para conhecer quando estiver na cidade:

1. Museu Oscar Niemeyer

MON
MON, em Curitiba. Foto: iStock, Getty Images

Inaugurado em 2002, o Museu Oscar Niemeyer – chamado popularmente de Olho ou MON – conta com a maior área expositiva da América Latina: são 17 mil m². Situado no Centro Cívico de Curitiba, sua arquitetura moderna é composta por um complexo de dois prédios.

O primeiro foi projetado por Niemeyer ainda em 1967. Já o anexo, em formato de olho, foi concebido por ele no início dos anos 2000 para imprimir uma nova identidade bem característica ao museu.

Mas não é só a arquitetura artística do MON que chama atenção. O acervo conta com mais de três mil peças, incluindo obras de paranaenses como Tarsila do Amaral, Cândido Portinari e Caribé. O local também sedia eventos culturais e exposições temporárias.

Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18h (venda de ingressos até 17h30). O preço do ingresso é de R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia entrada). Há dias específicos em que o museu oferece atrações e entrada gratuita, basta verificar no site.

2. Jardim Botânico

Jardim Botânico
Jardim Botânico, em Curitiba. Foto: iStock, Getty Images

Se você procura o que fazer em Curitiba em um dia de sol, esta é a dica máxima.

Inspirado nos antigos salões de cristal ingleses, o Jardim Botânico de Curitiba foi inaugurado em 1991 e consiste em uma grande estufa de vidro. Lá, estão reunidas as mais variadas espécies de Mata Atlântica. O visitante pode contemplar seus aromas, formas e texturas. É uma experiência visual e sensorial.

Nas dependências do Jardim Botânico, também fica o Museu da Botânica – com um espaço dedicado a uma exuberante coleção de orquídeas – além do belo Jardim das Sensações, repleto de flores. Trilhas e araucárias ainda ajudam a compor o cenário digno de Europa. A estrutura fica Rua Eng°. Ostoja Roguski, s/n°.

Funcionamento: das 06h às 20h, durante o horário de verão e das 06h às 19h30, durante o horário de inverno.

3. Ópera de Arame

Ópera de Arame
Ópera de Arame, em Curitiba. Foto: Leonardo da Silva, CC BY 2.0

A Ópera de Arame, projetada pelo arquiteto Domingos Bongestabs, é um imponente teatro construído em estrutura tubular, com teto transparente de policarbonato. Seu palco, de 400 m², recebe diversas apresentações artísticas e culturais na cidade. O espaço tem capacidade para 2.400 espectadores.

Por ser erguido em cima de um lago, todo o cenário da Ópera se torna mais lindo ainda. Além de conhecer a estrutura, uma dica é apreciar a mata nativa do local no Parque das Pedreiras. Lá você encontra lagos com peixes, cascatas e diferentes espécies de aves.

A Ópera fica na Rua João Gava, bairro de Abranches.

Funcionamento: de terça a domingo, das 08h às 22h.

4. Parque Barigui

Parque Barigui
Parque Barigui, em Curitiba. Foto: Mitras Martins de Oliveira, CC BY 2.0

Perfeito para uma corridinha de domingo, o Parque Barigui está entre os maiores e mais populares de Curitiba. A área, de surpreendentes 1,4 milhão de m², é habitada não só por pessoas: lá é possível encontrar animais nativos como sabiás, tico-ticos, preás e garças brancas.

No idioma dos indígenas que moravam na região antes da fundação de Curitiba, Barigui significa “Rio do Fruto Espinhoso. A área foi transformada oficialmente em parque em 1972.

Vale a pena respirar um pouco de ar puro e aproveitar a infraestrutura, que conta com quiosques, pistas de bicicross e equipamentos para ginástica ao ar livre – apenas para citar algumas das atrações. O parque fica na Av. Cândido Hartmann, s/nº, bairro Santo Inácio.

Passeios na capital do Paraná

Quem procura o que fazer em Curitiba não deve se ater apenas aos pontos turísticos acima. Na sua exploração da cidade, sugerimos também conhecer a Torre Panorâmico – o mirante mais alto da cidade, com 110 metros de altura – que garante uma visão da região metropolitana e da Serra do Mar.

Fazer um passeio de trem até Morretes em meio à Mata Atlântica é outra opção turística. Já se você é fã de gastronomia, não deixe de conhecer o Bairro Santa Felicidade – criado em 1878 pelos imigrantes italianos. Até hoje, o local resguarda diversos restaurantes deliciosos.

Para o happy hour, a dica é o Bar do Alemão. Desde 1979, ele acolhe curitibanos e turistas com canecos de 500ml de submarino: o famoso chope combinado com Steinhäger.

E aí, descobriu o que fazer em Curitiba? Já visitou algum desses locais ou pretende conhecer em breve? Comente!


Deixe uma resposta