Autorização de viagem para a Europa: necessária a partir de 2021

Uma autorização de viagem para a Europa será necessária a partir de 2021. A medida foi aprovada pelo Parlamento Europeu e envolve todos os turistas de países que não precisam de visto para entrar na União Europeia.

O sistema é chamado de European Travel Information and Authorisation System (Sistema Europeu de Autorização e Informações de Viagem).

Essa exigência vale para a entrada em todos os países do Tratado de Schengen, que inclui 26 países europeus.

A maioria dos países de interesse turístico, como França e Itália, fazem parte do tratado e, assim, passarão a exigir essa autorização prévia de viagem para a Europa.

Atenção: Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) e República da Irlanda não fazem parte do acordo e mantêm o mesmo sistema de autorização para turistas e visitantes brasileiros.

Paris é um dos destinos que vão exigir autorização de viagem. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona a autorização de viagem para a Europa

A autorização de viagem para a Europa não é um visto, mas é parecida. Antes de viajar, os brasileiros (e turistas de muitos outros países) precisarão preencher um formulário online com informações pessoais, dados do passaporte, país pelo qual entrarão na Europa e contatos.

Essa autorização terá um custo de 7 euros e validade de três anos a partir da emissão.

Para maiores de 70 anos e menos de 18 anos, a autorização não terá custo.

É importante salientar que a emissão do formulário é apenas uma prévia do processo de segurança de imigração da União Europeia.

O viajante ainda pode ser barrado caso não apresente todos os documentos e capacidade de provar hospedagem, recursos financeiros e intenções da viagem.

Não são apenas os brasileiros que terão de passar por esse processo eletrônico de autorização de viagem para a Europa. Outras 60 nacionalidades, como como americanos e australianos, também precisarão enviar esse formulário.

O que é a autorização de viagem para a Europa

A autorização de viagem tem o objetivo de consolidar dados dos diferentes cadastros e bancos de informação da Europa e identificar riscos de imigração irregular ou segurança antes do embarque do viajante.

Ou seja, o controle de fronteiras da União Europeia vai ter maior capacidade e tempo de analisar as informações dos viajantes e barrar a entrada de indivíduos potencialmente perigosos.

A intenção da União Europeia é que a autorização de viagem seja concedida em pouco tempo, quase imediatamente para a maioria das pessoas. Apenas em casos de exceção é que a autorização não será concedida ou será mais demorada.

A decisão final para a autorização deve demorar no máximo quatro semanas e oferece o direito de recurso para que o viajante peça uma nova avaliação.

Países que vão exigir autorização de viagem

A seguir, confira a lista completa dos países europeus que vão solicitar essa autorização prévia para a viagem:

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Bulgária
  • Chipre
  • Croácia
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Noruega
  • Países baixos
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Romênia
  • Suécia
  • Suíça.

Lembre-se: Reino Unido e Irlanda não constam dessa lista e não existem a autorização de viagem para a Europa. Mesmo assim, a imigração desses países pode barrar a entrada de viajantes que não conseguem provar sua capacidade financeira e suas intenções de viagem.

Gostou das dicas sobre a nova exigência de autorização de viagem para os países europeus? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta