Coelho Café Colonial

Sou de origem alemã, moro em Gramado há 8 meses, no entanto, nunca tinha ido em um café colonial. O máximo que eu tive, de uma experiência gastronômica semelhante, foram os almoços de domingo na casa da minha vó. Pois em uma noite fria, numa segunda-feira, finalmente o trabalho me proporcionou a oportunidade de degustar um típico café colonial gramadense. O local escolhido foi o Coelho Café Colonial.

* por Bárbara Keller

O ambiente

Localizado na Av. das Hortênsias (Estrada Gramado-Canela), 5433, quase em frente ao Reino do Chocolate, da Caracol, o Coelho é um dos cafés coloniais mais tradicionais de Gramado. Com 20 anos de história, o estabelecimento possui um espaço amplo para receber os visitantes, com capacidade para 210 pessoas.

Apesar do ambiente interno ser grande, o aquecimento dá conta do recado, e você vai conseguir fugir do friozinho da rua. Você pode escolher entre diversas mesas. Nas laterais, ficam as menores, e bem no centro fica uma mesa enorme, provavelmente para excursões. O interessante dessa mesa é o lustre que fica bem no meio, com píres, xícaras e um bule pendurados. Um detalhe que chama a atenção e remete ao café colonial.

Nós optamos por uma das mesas que ficam bem na entrada, com um lustre de metal, bem acima, o que dá um toque bacana e proporciona uma luz mais individual. Além disso, você pode observar a movimentação na Av. das Hortênsias. Na noite em que nós fomos, o vidro estava embaçado, mas talvez durante o dia seja mais fácil visualizar a parte externa.

A nossa experiência gastronômica

Mal nos sentamos e a funcionária já começou a trazer os pratos. Primeiro vieram os pães, frios e geléias. Depois foram as bebidas: vinho branco seco, tinto suave e suco de uva. Diversos salgados quentes e frios, além de bolos de todos os tipos, chegaram na sequência. Logo a mesa estava cheia. E tudo o que nós pensávamos era: – Como vamos comer tudo isso? Pois eu respondo: sem pressa.

O café colonial é uma refeição para ser degustada com calma e, de preferência, acompanhado. Afinal, é tanta comida que seria um desperdício aproveitar sozinho. Para acompanhar os quitutes, pedimos café e chá, que combinam mais com o clima frio. Entre salgados e doces, são 80 variedades no total, e é tudo feito por eles. O difícil é saber por onde começar.

Lombo de porco, peito de frango, lingüiça fervida, polenta frita, pastel de presunto e queijo, croquete de frango, bolinho de queijo, torta fria de frango, pizza de atum, bolo de laranja, chocolate, cenoura, amendoim e rocambole de doce de leite são algumas das guloseimas que você vai experimentar. É quase impossível eleger um favorito, pois tudo é excelente. Eu adorei a polenta, o pastel, o bolinho de queijo e o rocambole. E se algo acabar, eles vão repondo, até você dizer chega!

E quando você pensa que acabou, e já se dá por satisfeito, você descobre que tem um freezer com diversas sobremesas. Tortas de morango, marta rocha, chocolate, prestígio, floresta negra, negrinho, além de pudim, mousses e outras opções, enchem os olhos. E como eu não resisto a um doce, experimentei a torta de prestígio e de chocolate. Ambas estavam deliciosas, tanto que senti falta de comer um pedaço no dia seguinte.

Os preços

O valor do café colonial é de 50,00 reais por pessoa, mas se fizer reserva antecipada, pelo e-mail reservas@cafecoelho.com.br, fica 42,00 reais. Crianças até seis anos não pagam, entre sete e 12 anos paga metade do valor.

Mais informações

Apesar de não termos ido muito tarde, percebi que o café colonial é uma ótima opção para o almoço. Se for à noite, recomendo chegar lá pelas 19h, para dar tempo de aproveitar. E se você quiser beber um vinho, sem problemas, o Coelho Café Colonial oferece transporte gratuito para quem estiver hospedado em Gramado e Canela. Basta ligar no telefone (54) 3286-2538.

Se você for de carro, tem estacionamento na frente e nos fundos, basta acessar a entrada lateral. O Coelho funciona diariamente, das 10h às 22h. O único problema de experimentar um café colonial em Gramado é ter que se acostumar sem esses quitutes nos outros dias.

Endereço: Av. das Hortênsias (Estrada Gramado-Canela), 5433 – Carniel.  Para quem vem de Gramado, o retorno deve ser feito em frente ao Museu de Cera.

Mapa

Horário de atendimento: Diariamente, das 10h às 22h.

Site do Coelho Café Colonial

Telefone: (54) 3286-2538.

Página no facebook

E-mail: reservas@cafecoelho.com.br

Veja mais fotos do Coelho Café Colonial

Veja também

Outros restaurantes de Gramado

Aqui pertinho

O Reino do Chocolate

Museu de Cera