Descubra os encantos do Le Jardin Parque de Lavanda de Gramado

O Le Jardin Gramado é o Parque de Lavanda da Serra Gaúcha.

Trata-se de uma das mais belas atrações para famílias e casais em Gramado.

Sabe aqueles belíssimos campos de lavanda que você achava que só existiam na região de Provence, na França?

Em Gramado, também é possível encontrá-los.

Com mais de 10 mil pés de lavanda, distribuídos em um espaço de três hectares, o Le Jardin Gramado encanta turistas de todas as idades. 🌸

Se você pretende incluir o parque no seu itinerário pela Serra Gaúcha, fique ligado nas dicas deste artigo.

Le Jardin: Parque de Lavanda - Mapa de Gramado. Foto: Bárbara Keller
Le Jardin: Parque de Lavanda – Mapa de Gramado. Foto: Bárbara Keller

Le Jardin Gramado: atrações e fotos

Inaugurado em 2010, em Gramado, o Le Jardin Parque de Lavanda foi idealizado pelo casal Patrícia e Jorgito Simão, que se inspirou nos grandes parques do gênero existentes na Europa e nos EUA.

Considerado o primeiro Parque de Lavanda do Brasil, o espaço oferece ao visitante a opção de conhecer diversos tipos de lavandas e plantas exóticas.

Le Jardin: Parque de Lavanda - Mapa de Gramado. Foto: Bárbara Keller
Le Jardin: Parque de Lavanda – Mapa de Gramado. Foto: Bárbara Keller

A profusão de cores, o inconfundível aroma da lavanda e a maravilhosa vista que se tem da serra são apenas alguns dos atrativos do Le Jardin de Gramado.

O parque, com acesso gratuito, oferece ainda os serviços de uma Casa de Chá, onde é possível degustar pratos inspirados na culinária europeia.

Le Jardin: Parque de Lavanda - Mapa de Gramado. Foto: Bárbara Keller
Le Jardin: Parque de Lavanda – Mapa de Gramado. Foto: Bárbara Keller

Para quem gosta de fazer compras, o espaço conta com uma loja temática que apresenta uma decoração lindíssima e ainda vende uma linha exclusiva de cosméticos fabricados com o óleo essencial da lavanda. Ele possui inúmeras qualidades terapêuticas.

Para quem não sabe, a lavanda é uma flor comestível. No Le Jardin Gramado, você encontra até trufa para experimentar. Incrível, não?

As cores ganham vida no Le Jardin. Foto: Bárbara Keller

Veja três pontos de destaque da visita ao Le Jardin:

  • Estufas: as estufas são abertas ao público. Nesses locais, são produzidas as mudas de lavandas e plantas à mostra no parque e vendidas aos viajantes.
  • Loja: a loja temática da lavanda oferece produtos feitos com o óleo essencial da flor. Aqui você encontra cosméticos, presentes, óleo essencial, artigos decorativos e mudas.
  • Strudel Show: o café do parque de lavandas oferece um Apfelstrudel (sobremesa de maçã), com receita exclusiva, recheio tradicional francês e massa austríaca.
O parque de lavanda tem acesso gratuito. Foto: Bárbara Keller

Como visitar o Le Jardin de Gramado

Se você deseja ver o lilás das lavandas, a melhor época para visitar o Le Jardin Gramado é de setembro a dezembro, quando acontece o ápice da floração.

Como você pode imaginar, um dia de sol é recomendado para a visita, já que a vista e o colorido das flores se revelam com maior intensidade do que em dias nublados.

Ingresso: gratuito.

Horários: O Parque funciona de terça a domingo, das 9h30 às 17h30. O café e as estufas fecham às 17h.

Estacionamento: O estacionamento de carros é gratuito.

Grupos: se você estiver em um grupo com mais de 12 pessoas, precisa agendar a visita.

Endereço: RS 115 – Km 37, Bairro Várzea Grande – Gramado. (Subindo a Serra por Taquara, próximo à Famastil).

O café do espaço conta com uma bela vista. Foto: Bárbara Keller

Inspiração para o Le Jardin Parque de Lavanda

A região de Provence, na França, é a inspiração máxima para o Le Jardin Parque de Lavanda de Gramado. Por lá, os campos de Lavanda encantam os visitantes com cores vivas e imagens de guardar na memória para sempre.

Dê uma olhada nesta foto aqui:

Campos de Lavanda em Provence
Campo de Lavanda em Provence, na França. Foto: Iamhao, CC BY-SA 3.0

Viu como a foto acima se parece com as imagens do Le Jardin Gramado?

 

E o que você não enxerga na foto é que os campos de lavanda exalam um perfume característico, que contribui ainda mais para a aura idílica do lugar.

Em Provence, há pequenos arbustos e campos em jardins públicos e privados, que podem ser visitados.

Atualmente, os campos de lavanda atraem milhares de turistas em belíssimos roteiros pelo interior da França. São dezenas de quilômetros floridos e perfumados formando paisagens de tirar o fôlego.

Se você ficou encantado e pensa em viajar para lá, tome cuidado com as datas.

Em julho, as flores ficam bem roxas e ganham o aspecto da imagem acima. Mas a colheira ocorre entre o final do mês de julho e o início do mês de agosto. E logo depois, então, as flores (e todo o roxo) somem de vista.

Para viajar, você precisa ir para Marselha. Depois, uma boa medida é ficar hospedado em Aix-en-Provence e fazer passeios entre as pequenas cidades das cercanias.

E para você se situar, é bom lembrar que essa cultura da lavanda começou há muito tempo, 2600 anos atrás. Quem a levou para a França foram os Focenses, que desembarcaram em Marseille a partir do porto grego da Foceia, que hoje se localiza na Turquia.

Veja que interessante: a palavra “lavanda” tem origem no latim: “lavare”. Os romanos utilizam a planta para perfumar (e colorir) seus banhos e roupas.

Há ainda propriedades medicinais da lavanda, que era usada para tratar picadas de animais e proteger contra pulgas e insetos.

O fortalecimento do cultivo da lavanda está bastante associado ao desenvolvimento do perfume em Côte d’Azur, conhecida como a capital da perfumaria no mundo.

 

E enquanto você não viaja para os campos de lavanda da França, pode se encantar com as belezas do Le Jardin de Gramado, uma daquelas atrações irresistíveis da Serra Gaúcha.

Gostou das dicas sobre o Le Jardin e os campos de lavanda? Deixe um comentário contando como foi seu passeio em Gramado!

18 COMENTÁRIOS

    • Olá Karina, obrigada por acessar o blog e pelo comentário. Nós apenas apresentamos os pontos turísticos de Gramado, então não temos as informações que tu procuras. Mas tu podes entrar em contato com o parque Le Jardin pelo telefone (54) 3286-4280 ou pelo site http://www.lavandasgramado.com.br

    • Olá Vera, obrigada pelos eu comentário. Para visitar o Le Jardin não existe nenhum transporte específico que leve até o local. Se você não estiver de carro, o melhor é pegar um táxi mesmo. Bom passeio!

  1. É SIMPLESMENTE APAIXONANTE E ACONCHEGANTE ESTE “CANTINHO” , DÁ UMA SENSAÇÃO DE PAZ E LEVEZA , ALÉM DE SER LINDO !!!! ADOREI , SEMPRE QUE RETORNAR À GRAMADO VISITAREI NOVAMENTE . PARABÉNS AO LE JARDIN . VALEU A PENA E MUITO CONHECER !!!! ABRAÇOS À PATRÍCIA E TODAS AS MENINAS DAÍ .

    • Oi Flávia, obrigada pela sua visita. Infelizmente não tenho a informação do valor. Mas tenho o nº do ponto de táxi que fica ao lado da Igreja Matriz São Pedro, caso tu queiras ligar: (54) 3286-1229. Tenha um bom passeio!

  2. Visitei o Le jardim no inicio de novembro,muito lindo, tudo bem cuidado os produtos de boa qualidade,quando terminar os produtos que comprei,pretendo comprar pela loja virtual,fiquei encantada com tudo,PARABENS

    • Oi, Eliana

      O Le Jardin é lindo mesmo, vale muito a visita! Obrigada por visitar o site e deixar seu comentário.

      Abraço e boa semana.

      Bárbara Keller

  3. Gostaria de saber se teriam interesse em comercializar nossos produtos em seu estabelecimento.somos um grupo de artesões e fabricamos,sacos terapêuticos e pantufas.
    Técnica exclusiva terapeuta formada em lisboa.
    aguardo retorno

  4. ESTAMOS INDO P GRAMADO AGORA DIA 20.MINHA PRIORIDADE É CONHECER O LE JARDIN.JÁ ANOTEI END. TEL MAS A DÚVIDA É O TAXI.a IGREJA DE SAÕ PEDRO ONDE FICA ? A HOSPEDAGEM SERÁ NO HOTEL lAGUETTO VIVACE. ESTA IGREJA FICA PRÓXIMA? GRATA AGUARDO RESPOSTA BREVE.FAVOR ENVIAR INFORMAÇÃO P MEU EMAIL (deisyqs@gmail.com)

  5. Ola fiquei sabendo q o proprietário tem uma estufa e gostaria de saber se ele me venderia uma muda de begonia escargot ?estou tentando encontrar mas esta dificil!quando for a serra irei ai conhecer.

  6. Péssimo! Decepção! Nao Recomendo. Estive nesta floricultura Le Jardin Parque de Lavanda dia 27/06/17 Fui bater algumas fotos da minha filha de 5 anos e fui barrado, teria que pagar 200 reais pra fotografar nas dependencias. Conversei com o funcionario, expliquei que nao sou fotografo, era minha filha e mesmo assim foi irredutivel, só pagando 200 reais pra poder bater foto la. Eu achei algo injusto, ate porque as fotos podem ajudar divulgar a propriedade deles, mas o que me chamou a atencao foi a falta de educacao e arrogancia do funcionario, jamais voltarei neste lugar.

Deixe uma resposta