Descubra os segredos do Castelo de São Jorge em Lisboa

O Castelo de São Jorge em Lisboa é um monumento nacional, símbolo de Portugal. Sua presença no cenário da capital provoca o vislumbre de um passado distante, que às vezes aparenta ter existido apenas nos filmes. A fortificação simboliza a Europa Medieval e toda a sua essência, por isso os amantes do Velho Mundo devem incluí-la no roteiro. ⚔

Situado na antiga cidadela medieval de Lisboa, o Castelo de São Jorge parece estar inserido em uma parte da metrópole que estancou no tempo. Casinhas simples em estilo colonial – até hoje habitadas -, ladeiras e ruas ladrilhadas compõem essa atmosfera. A edificação fica no ponto mais alto e de difícil acesso de toda a capital portuguesa. Por razões estratégicas, é claro.

A verdade é que a subida para chegar no castelo não é das mais fáceis, mas vale muito a pena encarar as ladeiras, fazer esse mergulho no passado e conhecer um importante marco da história de Portugal. Veja, a seguir, algumas dicas para o passeio. 😉

Castelo Lisboa
Símbolo de Portugal foi erguido inicialmente pelos muçulmanos. Foto: Rafaela Kich, Mapa do Mundo

Castelo de São Jorge em Lisboa: como visitar

Antes de ir até o Castelo de São Jorge, é interessante planejar um pouco a sua visita. Especialmente porque a infraestrutura é bem grande e o bacana é dispor de bastante tempo para explorar cada pedacinho dela. Além de contemplar as antigas torres, o visitante pode ver os belos jardins e, claro, observar a vista incrível de Lisboa proporcionada lá do alto.

Vista do Castelo
Visão panorâmica de Lisboa direto do Castelo. Foto: Rafaela Kich, Mapa do Mundo

Como acessar o castelo?

Quando eu visitei o Castelo de São Jorge, já estava na região da Baixa de Lisboa (a parte antiga da cidade), então fui apenas seguindo as plaquinhas que indicavam o caminho – e o fluxo de turistas 😂. Sim, por ser um dos monumentos visitados de Portugal, há sempre um burburinho em torno dele.

Mas, se você estiver longe do centro histórico de Lisboa, vale pegar o metrô, parar na estação Baixa-Chiado e a partir dali iniciar a subida. O Castelo de São Jorge está situado neste endereço: R. de Santa Cruz do Castelo, 1100-129 Lisboa, Portugal. Quando chegar lá, basta ir até a bilheteria, comprar seu ticket e passar pelas catracas para entrar.

O valor do ingresso é de 8,50 euros, algo em torno de 31 reais.

Como explorar o castelo de São Jorge

Quando cheguei no castelo, recebi um mapinha que explicava um pouco sobre a história do lugar e mostrava as diferentes áreas a serem exploradas ali. É este aqui:

Mapa do Castelo de São Jorge.
O mapa do Castelo de São Jorge. Foto: Rafaela Kich, Mapa do Mundo

Ele mostra que há 9 “zonas” distintas no Castelo e explica o que o viajante vai encontrar em cada uma. São elas: a Torre de Menagem, a Torre do Tombo, a Torre do Paço, a Torre de São Lourenço, a Torre da Cisterna, a Porta do Moniz, a Idade do Ferro, o Bairro Islâmico e o Palácio. Sim, todas estruturas estão englobadas no complexo.

Distribuídas nessas zonas que resguardam indícios da vida medieval, estão as principais atrações do castelo. Pertinho da Torre do Tombo, por exemplo, o visitante pode observar uma Câmara Obscura constituída por um sistema ótico que mostra a cidade de Lisboa em tempo real.

Ao passear de um ponto a outro, você também pode contemplar os jardins românticos, os vestígios do Antigo Paço Real da Alcáçova (parte da antiga residência real), um sítio arqueológico com vestígios de diferentes períodos da história de Lisboa e uma exposição permanente, composta por objetos encontrados na área arqueológica.

Jardins_Castelo
Os charmosos jardins do Castelo de São Jorge. Foto: Rafaela Kich, Mapa do Mundo

A forma como você vai explorar o castelo é indiferente: monte o seu próprio roteiro e comece pelas principais áreas de acordo com o seu interesse. Mas é bom manter o mapinha em mãos para não esquecer de explorar nenhum pedaço da estrutura.

Uma breve história sobre o Castelo de São Jorge

Se você conhece um pouco da história de Portugal, deve saber que antes de pertencer aos portugueses, a região de Lisboa era dominada pelos muçulmanos. Pois bem: a construção original do Castelo começou no século 11 por iniciativa deles, em uma época em que Lisboa ainda nem era Lisboa.

Naquele período, a cidade era chamada de “Al-Ushbuna” pelos árabes e sua área representava um importante centro comercial e administrativo nas margens do rio Tejo. Foi só após a conquista da região por D. Afonso Henriques, o primeiro Rei de Portugal, no dia 25 de outubro de 1147, que as estruturas do castelo passaram a ser adaptadas para acolher a Família Real.

Avançando um pouco no tempo, em 1580, o castelo ganhou um caráter militar mais forte – especialmente com a integração de Portugal na Coroa da Espanha (a chamada União Ibérica). O grande terremoto que assolou a cidade em 1755, porém, ocasionou uma significativa destruição das estruturas.

Foi só com as obras de restauro ocorridas entre 1938 até 1940 que foram resgatadas as antigas construções. No fim do século 20, iniciaram novas investigações arqueológicas que comprovaram o inestimável valor histórico das edificações.  🕍

E você, gostou de conhecer um pouco mais sobre a história do Castelo de São Jorge em Lisboa? Já visitou ou local ou pretende conhecer em breve? Conte para a gente nos comentários. 😊

Texto: Rafaela Kich, Mapa do Mundo

Deixe uma resposta