Destinos baratos para brasileiros: dicas de viagem com o câmbio favorável

Europa e América do Norte são continentes que sempre surgem nos planos de quem planeja viagem fora do Brasil. Mas eles certamente não entram na categoria de destinos baratos para brasileiros. 💸 Então, por que não escolher opções favoráveis ao nosso bolso e a nossa moeda? Neste artigo, vamos mostrar lugares mais simpáticos ao Real.

Mesmo diante diante das instabilidades econômicas atuais, a moeda brasileira se impõe sobre a de vários outros países. Claro que não estamos falando de grandes potências mundiais. Mas há muitas cidades repletas de história e belas atrações para conhecer sem voltar para casa se perguntando onde foi parar todo o seu dinheiro.

Índia
Índia: destino repleto de belas paisagens – sem pesar no bolso. Foto: iStock, Getty Images

4 destinos baratos para brasileiros

Prepare-se: nos destinos abaixo, você não vai ter que multiplicar por três na hora de descobrir quanto vale um passeio ou uma atração. E acredite: a sensação é muito boa. 😂

1. Tailândia

R$ 1 = 9,05 bahts tailandeses

Tailândia
Tailândia está repleta de praias tropicais paradisíacas. Foto: iStock, Getty Images

No sudeste asiático, a Tailândia é um dos destinos mais cotados por mochileiros que vão em busca de um choque cultural e belezas naturais exuberantes. Por lá você vai encontrar belas praias, templos budistas incríveis, ilhas paradisíacas e uma culinária excelente: com comida apimentada e saborosa.

Além da valorização do real sobre os bahts tailandeses, o custo de vida na Tailândia é baixo. Durante a estadia, o turista gasta pouco com transporte, alimentação e hospedagem.

Segundo o Numbeo, site que calcula quanto se gasta para viver em diferentes cidades (moradia, alimentação, transporte), uma pessoa teria de desembolsar apenas R$1,814.76 por mês ficando em Bangkok. De acordo com o Quanto Custa Viajar, você sobrevive com apenas R$ 67 por dia. Aproveite. 

Fora de Bangkok, mais ocidentalizada, ilhas como Chiang Mai, Ko Phangan e Ko Lanta são paraísos muito acessíveis – até mesmo para quem ganha em reais. Preços de restaurantes são 63% mais baratos do que em São Paulo, enquanto os aluguéis são 43% inferiores. Uma refeição barata pode custar menos de R$ 5.

Pontuação no ranking do Numbeo: 49.83 (quanto mais alto o número, maior é o custo de vida).

2. Colômbia

R$ 1 = 839,47 pesos colombianos

Colômbia
Colômbia é culturalmente efervescente. Foto: iStock, Getty Images

Na América do Sul, opções de destinos baratos para brasileiros não faltam. A Colômbia é uma boa alternativa: fique de olho nas promoções de passagens que surgem para a Ilha de San Andrés ou Cartagena das Índias, onde o visitante pode aproveitar a exuberância do mar, junto de uma riqueza cultural incrível.

Se você gosta de turismo histórico, saiba que em Cartagena vai encontrar castelos, monumentos e bairros com uma arquitetura charmosa, repleta de varandas coloridas. O site Quanto Custa Viajar estima os gastos do turista na cidade em cerca de R$100 por dia (incluindo transporte, alimentação, hospedagem e atrações). Vale a pena tirar aquele mochilão pela América do Sul do papel. 👌

Pontuação no ranking do Numbeo: 40.18

3. Vietnã

R$ 1 = 5.676,58 dongs vietnamitas

Vietnã
Vietnã tem cenários imperdíveis. Foto: iStock, Getty Images

Em relação ao câmbio, o Vietnã é o país mais vantajoso entre todos para os brasileiros. Esqueça qualquer preconceito e comece a buscar imagens das paisagens do litoral ao interior do território vietnamita. Você vai se deparar com ilhas e praias paradisíacas, com muito verde e águas verdadeiramente cristalinas.

Além dos destinos em meio à natureza, o sudeste asiático também conta com museus, mausoléus, templos e monumentos imperdíveis para quem se aventura no mochilão. Aproveite a supervalorização do real sobre os dongs vietnamitas para conhecer uma cultura completamente distinta.

O Numbeo estima que, em Hanói (capital), o custo de vida para o viajante que passa um mês no Vietnã é de apenas R$1,394.29. De acordo com o Quanto Custa Viajar, você pode gastar apenas R$ 35 por dia.

Pontuação no ranking do Numbeo: 40.70

4. Jamaica

R$ 1 = 30,79 dólares jamaicanos

Jamaica
Ilhas e praias jamaicanas encantam qualquer visitante. Foto: iStock, Getty Images

Um verdadeiro caldeirão cultural, o país lembrado pelas raízes do reggae é imperdível para quem deseja conhecer um local com tradições diferenciadas. Você pode começar a visita pela capital Kingston e depois seguir para cidades do litoral, como Ocho Rios, Montego Bay e Negril. São cenários simplesmente indescritíveis.

Pode ter certeza: explorar a Jamaica é uma experiência única. E o melhor é que você não precisa se preocupar demais com o orçamento, especialmente nas cidades menos turísticas. Segundo o Numbeo, o custo de vida para o viajante durante um mês em Kingston é de R$2,282.61. 

Pontuação no ranking do Numbeo: 63.10

2 destinos baratos para brasileiros na Europa

Se você não abre mão de conhecer a Europa, uma sugestão é mirar no Leste do continente, normalmente bem mais barato do que os destinos do Oeste. Para o nosso câmbio, países em que o euro não é a moeda oficial são bastante atraentes.

1. Budapeste

Na Hungria, por exemplo, R$ 1 equivale a 70,65 forints húngaros. A capital tem uma das cervejas mais baratas do mundo, belas mulheres, festas que atraem mochileiros de todos os cantos, um montão de história e arquitetura de tirar o fôlego: descubra como conhecer o melhor de Budapeste.

2. Praga

Na República Checa, R$ 1 vale 7,86 coroas checas. A capital, Praga, é outro destino excelente para quem busca cervejas boas e baratas, uma história bacana, bela arquitetura e uma vibe de mochileiros europeus. Uma refeição custa em torno de R$ 15. Uma cerveja (checa! de 500ml!), R$ 4,45.

2 destinos baratos na Ásia

Não ficou satisfeito ou já conhece as localidades que citamos? Pois saiba que ainda é possível destacar vários outros destinos em que o real é mais valorizado.

Fora da Europa, o real também pode bancar boas viagens pela Ásia. Confira 2 opções:

1. Nepal

Para os amantes do montanhismo e do trekking, o Nepal é um paraíso.

No Nepal, R$ 1 equivale a 27,82 rúpias nepalesas. Em média, o custo de vida é quase 43% menor do que no Brasil. Isso sem contar o aluguel, que lá custa quase 80% menos. Uma refeição barata em um restaurante pode sair por R$ 6. 

2. Camboja

Depois de décadas envolto em diferentes conflitos, o Camboja despertou para o turismo nos últimos anos. Esse país do Sudeste Asiático tem cenários e praias tão empolgantes quanto a vizinha Tailândia, mas por preços menores e com menos turistas.

Planejando com antecedência a viagem e saindo um pouco da capital, Phnom Penh, você vai até se sentir mal de tão pouco que vai gastar. Uma refeição não custa mais do que R$ 8. É possível encontrar bons hotéis bem pertinho da praia com diária de R$ 60.

América do Sul tem muitos destinos baratos

A moeda brasileira ainda tem algum peso na comparação com os nossos vizinhos. Viagens para Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia custam bem menos do que roteiros que saem do continente – não apenas pelo câmbio, mas também pelo custo de vida nesses países.

Para quem deseja economizar ainda mais, uma dica é desviar das capitais: Buenos Aires, por exemplo, é um destino turístico visado por todo mundo. Experimente um passeio por outras cidades, como Mendoza e seus vinhos, Rosário e suas pequenas ilhas, Córdoba e sua história. Outra cidade argentina de custo elevado é Bariloche, extremamente concorrida no inverno, especialmente devido às estações de esqui.

Um país da América do Sul bastante disputado e não tão barato é o Chile. Principalmente sua capital, de excelente nível de qualidade de vida e infraestrutura. Santiago tem inúmeras atrações e atrai visitantes de diversas nacionalidades. Mas, se você estiver de olho no orçamento, melhor deixar para a próxima.

E aí, já escolheu sua próxima parada? O que achou das opções de destinos baratos para os brasileiros? Qual é o seu favorito? Comente. 🙂


Deixe uma resposta