Como controlar e calcular gastos com viagem

Viajar pode custar caro, a gente sabe. Ainda mais em uma economia que está dando os primeiros sinais de recuperação depois de uma longa crise. Por isso, controlar e calcular gastos com viagem é uma excelente medida de planejamento para quem quer fazer seu próximo roteiro sem castigar o bolso.

Existem várias maneiras de economizar em uma viagem. Mas a principal dica para quem busca controlar os gastos em uma jornada é organizar suas finanças e planejar com antecedência e rigor os seus passos dentro do seu roteiro.

Isso quer dizer que seu roteiro precisa ser engessado, completamente estático e sem graça? Não! Isso quer dizer apenas que você precisa sair de casa sabendo exatamente quanto pode gastar e como você pretende alocar esses recursos ao longo do período de viagem.

Para ajudar nessa tarefa, a gente preparou um pequeno guia que vai auxiliá-lo a diagnosticar suas finanças atuais, a planejar seu roteiro e a calcular e controlar os gastos da próxima viagem.

Ficou interessado? Então siga a leitura.

Orçamento de Viagem para Europa
Custos variam de acordo com o destino e o estilo do viajante. Foto: iStock, Getty Images

Como controlar os gastos de viagem

Quer aprender como controlar os gastos da viagem e sair de férias tranquilo? Economize no passeio com estas ótimas dicas:

1. Faça um diagnóstico financeiro

Essa dica vale para qualquer momento de sua vida. Qual é o seu patrimônio líquido neste exato momento? Quanto você tem investido? Quanto você gasta todo mês? Quais são as despesas extraordinárias que você prevê ao longo do próximo ano? Qual é o valor que você separa para economizar todo mês, seja para viajar ou para ter uma renda melhor no futuro?

Para fazer esse diagnóstico financeiro, é importante usar uma planilha e colocar ali todas as informações mencionadas acima. Você vai ver como visualizar esse quadro ajudará a organizar suas finanças.

Com esse cenário em vista, qual é a verba que sobra para viagens? E para esta próxima viagem, quanto você pode e pretende gastar?

Pronto, agora temos um ponto de partida.

2. Planeje seu roteiro

Por menor que seja o passeio, sempre há gastos. Então, a primeira medida é fazer um planejamento preciso do seu roteiro e dos custos que ele terá. 

Para isso, abra uma nova planilha e comece a organizar seu itinerário e pesquisar todos os passeios e atrações do seu destino, além de hospedagem e transporte até lá.

Ao considerar o hotel e as passagens aéreas, lembre-se do seu orçamento. Ele foi feito por um motivo: para nortear suas escolhas desde o início.

3. Contabilize gastos extras

Além de definir o orçamento necessário para as atividades previstas, especialistas em finanças aconselham a contar com 20% a mais de gastos durante uma viagem. Essa é a média de custos extras em viagens – desde uma refeição mais cara até os presentinhos.

4. Faça um chek list

Preparar um check list antes da viagem é uma parte bem importante do planejamento. Nele, você vai colocar tudo que precisa resolver, comprar e levar, como vistos, passaporte, guardachuva, protetor solar, roupas de inverno ou verão, vacinas, etc. Essa medida de organização evita que você tenha transtornos nos dias anteriores à viagem ou que tenha que comprar algo desnecessário já no seu destino.

5. Compare valores de hospedagem

Ao pesquisar sua hospedagem, leve em conta diferentes comparadores de hotéis, como Booking e Trivago, mas fique apenas nesse tipo de acomodação. Você já considerou a possibilidade de se hospedar em um hostel ou em Airbnb? Este primeiro é muito interessante para quem viaja sozinho, e o segundo é uma excelente opção para grupos ou famílias.

6. Lembre-se das milhas

Se você tem um cartão de crédito, um plano de televisão ou internet, um plano de telefonia, uma associação em um clube, lembre de pesquisar se você tem direito a resgatar pontos do programa e convertê-los em milhas. Muitas pessoas não lembram disso e acabam perdendo pontos por os deixarem tempo demais parados. Se você economizar em uma passagem apenas, já valeu o esforço.

7. Procure refeições de baixo custo

Refeições em lugares turísticos costumam ser mais caras. Por isso, durante a viagem, faça um café da manhã reforçado, explore a ideia de piqueniques em parques, considere a opção de um sanduíche ao meio-dia e tenha em conta de que almoços ou jantas caros devem ser aqueles que vão acrescentar bastante a sua experiência de viagem.

Nada de pagar caro por uma comida simples do lado do Coliseu por não querer andar quatro quadras até um restaurante com melhor custo-benefício.

Aplicativos para calcular e controlar gastos com viagem

Além das velhas planilhas de Excel e Drive, existem muitos aplicativos para smartphone que ajudam a controlar gastos com viagem.

Confira abaixo algumas funções de cinco apps que selecionamos:

Despesas Viagem

Disponível para iOS e com versão em português, este é um app útil com uma interface simples. Este aplicativo gratuito oferece a opção de inserir todos os gastos e soma automaticamente as despesas à medida que você as registra. Ao longo da jornada, pode também anexar a foto dos recibos, para ter tudo documentado.

Trail Wallet

Este aplicativo está disponível para iOS, custa US$ 4,90 na sua versão em inglês e oferece funcionalidades bastante interessantes para o controle dos gastos de viagem. Uma das principais funções é o recurso de conversão de moeda, que pode ser bastante útil em suas andanças pela Ásia e Leste Europeu.

Travel Budget Event Journal

Este é um diário de gastos de viagem, que ajuda a registrar todos os custos da jornada. Ele tem versão para Android e é em inglês. Nele, você pode armazenas anotações, fotos e planos para suas férias.

Budget Your Trip

Outro app disponível apenas para Android e sem versões em português. Com o Budget Your Trip, você pode simular quanto vai gastar em diferentes cidades, considerando aspectos como alimentação, hospedagem, transporte, etc. Bem interessante e fácil de usar.

Trabee Pocket

Disponível para Android, o Trabee Pocket é um daqueles apps úteis para quem não aguenta mais ver planilhas. Ele ajuda a controlar e organizar seus gastos de viagem, separando tudo por itens, como alimentação, ingressos, refeições, entre outros.

E aí, curtiu as dicas para calcular e controlar seus gastos de viagem? Deixe um comentário!


Deixe uma resposta