Oktoberfest na Alemanha: como participar do festival de cerveja

Qual é a melhor forma de celebrar um grande acontecimento? Se a sua resposta for bebendo cerveja e fazendo festa, você compartilha da mesma opinião do rei bávaro Ludwig, que em 1810 idealizou a Oktoberfest na Alemanha. O festival nasceu e até hoje ocorre em Munique, entre o fim de setembro e início de outubro. É uma das maiores festas do planeta.

Quem já conhece um pouco da cultura alemã, sabe que com a vinda dos imigrantes germânicos ao Brasil muitas cidades por aqui começaram a fazer suas próprias edições do festival. A Oktoberfest brasileira é a maior fora da Alemanha. Tradicionalmente, é comemorada em municípios de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

Porém, nenhuma – nenhuma – das festas brasileiras se compara à original. É preciso ir até a Oktoberfest de Munique para realmente ser tomado pelo espírito de celebração que contagia as ruas, onde mais de seis milhões de pessoas se reúnem para, basicamente, dançar, comer e, claro, beber.

É fã de uma festa popular? Tem vontade de viajar, conhecer a Alemanha e beber muita cerveja (de qualidade)? Então fique ligado nas dicas a seguir.

Oktoberfest na Alemanha
Os pavilhões da Oktoberfest em Munique lotam de nativos e turistas. Foto: iStock, Getty Images

3 dicas de viagem para a Oktoberfest da Alemanha

Acredite: mesmo que o objetivo exclusivo da sua viagem seja participar da festa alemã, é necessário fazer um planejamento com antecedência. A Oktoberfest da Alemanha é um dos eventos de rua mais conhecidos mundialmente, portanto atrai visitantes de todos os cantos do globo. Se você quer garantir o seu lugar, é bom se preparar o quanto antes.

Confira as 3 dicas a seguir:

1. Hospedagem

A sugestão é começar a pensar na viagem e buscar alternativas de hospedagem um ano antes. Principalmente porque Munique já é uma cidade mais cara para o turista e, em tempos de Oktoberfest, os preços vão às alturas.

Se você não deseja pagar 300 euros por um quarto ou ficar em locais muito afastados da festa, já vale começar a pensar nas opções para 2017. A comemoração, inclusive, já tem data: de 16 de setembro a 03 de outubro. Através do Booking, você pode pesquisar alternativas de hotéis ou albergues próximos ao Theresienwiese, local da festa.

Aos adeptos do Airbnb ou Couchsurfing, vale a mesma sugestão: estude suas opções com antecedência. Durante a Oktoberfest, os moradores locais geralmente não disponibilizam seu sofá com tamanha facilidade, já que o álcool pode tornar a estadia mais…turbulenta. Programe-se.

2. Transporte

Também é interessante pensar como você vai se locomover pela cidade nos dias de festa. Claro que tudo depende da hospedagem, mas a partir do momento em que isso estiver definido, é possível verificar quais linhas você vai utilizar no U-Bhan – o metrô da cidade – ou S-Bhan, uma espécie de trem suburbano.

Dependendo da quantidade de vezes em que você for usar esses meios de transporte como forma de deslocamento, poderá escolher entre os tipos de passe. Há opções individuais, para grupos, para utilizar por um ou mais dias. Os preços variam em torno de €2,60 para uma viagem até €30,90 para três dias entre mais pessoas.

Vai aproveitar a visita à Europa para conhecer outros países ou localidades? Se possível, reserve também as passagens de trem, ônibus ou avião com antecedência. Quanto antes, menor o valor. Em plataformas como o Google Flights, você pode verificar as opções disponíveis na data da sua viagem.

3. Passeios

Curtir a Oktoberfest é a parte mais importante da sua viagem, certo? Mas não deixe de aproveitar a estadia para conhecer também as outras atrações de Munique – uma cidade que mescla estruturas históricas com modernidade. Vale lembrar que grande parte dela foi destruída durante a II Guerra e, posteriormente, totalmente reconstruída.

No roteiro, certifique-se de incluir os cartões postais da cidade: o Castelo de Neuschwanstein, a praça Maximiliansplatz e as igrejas históricas do município, como a Trinity Church, a Frauenkirche e a St. Peter’s Church. Ah, vale também uma visita à Alianz Arena, certo?

Atrações da Oktoberfest na Alemanha

Neste ano, a 183ª edição da festa ocorrerá entre 17 de setembro e 10 de outubro. É isto mesmo: são 17 dias de comemorações, nos quais Munique vai se transformar em uma verdadeira torre de babel regada a muita cerveja. Em cada copo, vai nada menos que um litro da bebida.

Oktoberfest na Alemanha
As festividades da Oktoberfest começam cedo pela manhã. Foto: iStock, Getty Images

Como é uma festa de rua, não é preciso ter um passe para entrar. A maior agitação acontece, de fato, nas tendas distribuídas pela Oktoberfest. Também não é necessário pagar para entrar nelas, mas é bom se programar: esses espaços lotam rapidinho. A dica? Chegar cedo. Durante a semana, elas abrem às 10h e fecham às 23h30. Pontualmente.

Nos fins de semana, o horário de funcionamento das tendas é das 10h às 23h30. Sobre a cerveja: a bebida comercializada é tipicamente alemã, distribuída por cervejarias localizadas dentro de Munique, como Augustiner, Löwenbräu e Spaten. O copo de um litro custa, em média, 10.

Mas não é só o sabor da cerveja que agrada aos visitantes. A culinária alemã não deixa a desejar. Para evitar que você passe mal diante da bebedeira, não se esqueça de comer na festa. As opções são amplas: salsichas com chucrute, pães de mel em formato de coração, pretzels, tortas de maçã e codornas assadas representam algumas alternativas.

Para usufruir plenamente da festa, há mais duas sugestões importantes. A primeira: utilize trajes típicos – saia com corpete e avental para as mulheres e camisa xadrez com chapéu para os homens – é o básico. A segunda: perca a timidez, socialize, cante, dance ao som das músicas folclóricas. Essa é a essência da Oktoberfest.

Mais informações sobre a edição 2016 da festa no site oficial.

Oktoberfest de Munique: como tudo começou?

Qualquer viajante que tenha o sonho de ir à Oktoberfest na Alemanha, precisa ao menos conhecer algumas das origens do festival para entender melhor seu contexto. Uma delas nós já adiantamos no início deste artigo: a festa foi idealizada pelo rei Ludwig, em 1810. Naquela época, porém, ele ainda era um príncipe – prestes a se casar.

Foi justamente para celebrar seu casamento com a princesa Theresa que o herdeiro da Bavária resolveu organizar uma festança. O local? Um grande campo aberto, chamado Theresienwiese (ou, traduzindo, “campos de Teresa”), em homenagem à amada. Até hoje, é lá que ocorre o festival em Munique.

Toda a família real da Baviera, além dos moradores de Munique à época, foram convidados para a primeira Oktoberfest da história. A festa foi encerrada com uma corrida de cavalos e teve um sucesso tão grande que passou a se repetir nos anos seguintes. Novos visitantes e começaram a chegar até que, em 1818, foram abertas as primeiras tendas de cerveja.

O resto é história. A festa passou a ser tão amada pelo povo que é realizada anualmente desde sua criação – exceto por 25 edições que deixaram de ocorrer devido a guerras ou epidemias. Isso fornece uma ideia da dimensão da celebração.

E aí, o que achou das dicas sobre a Oktoberfest na Alemanha? Vai ir à festa? Já está planejando sua viagem para 2017? Comente!

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta