Descubra como estudar em Portugal e complete sua formação no país

Seu sonho é estudar em Portugal? Eis uma boa notícia: trata-se de um país que vai receber você de portas abertas. O número de brasileiros cursando graduação, mestrado e doutorado na Terrinha está aumentando significativamente desde 2014, principalmente pelas poucas barreiras em relação ao idioma e a facilidade de ingresso nas universidades lusitanas. 🤓

Portugal é um país incrível: pequeno, mas muito charmoso. Ele abriga universidades excelentes, cinco delas estão entre as 500 melhores do mundo. Outro aspecto que facilita esse intercâmbio é o fato das instituições lusitanas agora aceitarem o ingresso de brasileiros a partir da nota do ENEM.

A verdade é a seguinte: se o seu sonho é em estudar em Portugal, este pode ser o momento ideal para investir nele. E nós vamos dar uma forcinha com algumas dicas abaixo. 🎉

Vista do Arco
Já imaginou completar sua formação em Portugal? Foto: Rafaela Kich/Arquivo Pessoal

O que é necessário para estudar em Portugal

O processo para conseguir uma vaga em uma universidade lusitana depende do nível de formação que você almeja. A seguir, listamos três das modalidades mais procuradas por quem sonha em completar sua formação em Portugal – e o que é necessário para conseguir concretizar esse desejo.

Graduação sanduíche

Se você já está matriculado em uma universidade brasileira e deseja fazer uma parte do curso em Portugal, nossa primeira dica é: procure o departamento de relações internacionais da instituição de ensino. Informe-se sobre as parcerias existentes com as faculdades estrangeiras e quais são os cursos contemplados por elas.

É claro que fazer uma parte da faculdade na Europa dificilmente cabe no orçamento. Mas, justamente por isso, algumas universidades são contempladas por programas de bolsas de estudo, como o Santander Universidades. Basta ficar ligado na abertura dos editais para formalizar sua candidatura e concorrer às vagas.

Graduação completa

Está estudando no Ensino Médio e já sonha em cursar a graduação no exterior? Então, a principal dica é: foco no ENEM. Desde 2014, brasileiros podem ingressar em algumas das principais instituições de ensino lusitanas a partir da nota da prova: já são mais de 300 alunos do Brasil fazendo a graduação completa na Universidade de Coimbra.

A Universidade de Algarve, a Universidade da Beira Interior, a Universidade de Aveiro, a Universidade de Lisboa e os Institutos Politécnicos de Leiria, Beja, Barcelos, Coimbra, Guarda e Porto, também permitem o ingresso a partir da nota do exame (além de não exigirem teste de proficiência). Mas cada uma delas determina notas mínimas para que o aluno consiga a vaga: a média fica em torno de 600 pontos.

Nossa sugestão é: pesquise a pontuação no site da universidade que lhe interessa e foque nos estudos. Se você não tiver condições financeiras de pagar a universidade em euros, fique ligado nos editais de programas de bolsas, como os da Fundação Estudar.

Mestrados e doutorados

As universidades lusitanas oferecem uma ampla gama de cursos de mestrado e doutorado. Os editais são abertos entre março e julho, já que o ano letivo em Portugal começa em setembro. A má notícia é que os preços são elevados: a média de custos fica entre 1.000 e 7.000 euros por ano. A boa notícia é que muitas universidades oferecem programas próprios de bolsas de estudo, ou têm parcerias com agências de financiamento brasileiros.

Para especializações, fique de olho nos editais do CAPES, CNPq ou mesmo do Santander Universidades, que também oferece auxílio financeiro para mestrados e doutorados em Portugal. Neste artigo “As melhores oportunidades de bolsas de estudo no exterior”, nós explicamos direitinho como funcionam esses programas.

Por que estudar em Portugal?

Se você ainda está na dúvida sobre o país ideal para investir nos seus estudos, nós reunimos alguns argumentos a favor de Portugal. Vamos começar pelo mais importante: o próprio ensino. 📚

O país conta com instituições de excelência: a Universidade Nova de Lisboa é considerada uma das 50 melhores universidades com menos de 50 anos, a Universidade Católica Portuguesa possui um dos melhores mestrados em Administração de todo o mundo e a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto é líder europeia nesse curso há décadas.

Além disso, as Universidades de Coimbra e do Porto estão entre as mais antigas e tradicionais do globo. Mas nem só pelo ensino vale a pena estudar em Portugal. Outras vantagens são: a similaridade do idioma, o baixo custo de vida, a facilidade de transporte no país (por ser pequeno, você pode percorrer diversas cidades de trem) e as delícias gastronômicas.

E aí, já está convencido a estudar e morar em Portugal? Vai concorrer a uma bolsa de estudos? Conte para a gente nos comentários! 😊


Deixe uma resposta