5 pontos turísticos de Praga além do roteiro tradicional

Não é exagero dizer que a capital da República Checa é magnífica. Ao contemplar os pontos turísticos de Praga, você vai confirmar que a cidade faz jus a esse adjetivo. Mesmo depois de ter passado por duas guerras mundiais, ela conservou boa parte de seus prédios históricos e até hoje mantém aquele charme característico das antigas capitais imperiais. 😍

Se você pretende ir até Praga pela primeira vez, sugerimos que não deixe de visitar os pontos turísticos mais emblemáticos da cidade, como o Castelo de Praga, a Praça Venceslau, a Ponte Carlos, o Bairro Judeu e a Igreja de Loreto. Neste artigo, “Descubra o que fazer em Praga: dicas para o seu mochilão”, nós falamos um pouco mais sobre esses lugares.

Para quem já visitou a cidade, porém, as atrações não se esgotam aí. Acredite: há muito a ser explorado em Praga além da rota turística tradicional. É isso que vamos provar a seguir.

Praga
Praga é cheia de surpresas. Foto: iStock, Getty Images

5 pontos turísticos de Praga que fogem do comum

Há diversos guias turísticos de Praga, mas assim como a maioria das cidades, ela também guarda alguns recantos alternativos que costumam ser ignorados pelos olhos do turista. Se você é aquele viajante que gosta de fugir do comum e contemplar os lugares que se misturam com a vida dos locais, confira nossas sugestões de visita:

Lennon Wall

 Lennon Wall
É comum encontrar músicos se apresentando na Lennon Wall. Foto: iStock, Getty Images

Na parte antiga da cidade, no entorno do Castelo de Praga, fica um bairro chamado Mala Strana. Até 8 de dezembro de 1980, ele não tinha nada de especial. Depois que o músico John Lennon foi assassinado, porém, o local ganhou um ar diferente.

Como forma de protestar e homenagear o artista, estudantes passaram a grafitar poemas e frases dos Beatles nos muros do Mala Strana. Mas a história não acaba aí: em meados de 1988,  a grafitagem começou a incomodar os líderes do regime comunista, gerando conflito entre estudantes e polícia.

O que ocorria? As autoridades pintavam os muros de branco, mas no outro dia eles já apareciam novamente coloridos com mensagens de amor e paz. É um lugar bacana de se conhecer tanto pela história, quanto para tirar fotos e contemplar a arte.

Palácio de Průhonice

Palácio Praga
Palácio de Průhonice e seus arredores encantam os visitantes. Foto: Divulgação

Fora dos limites urbanos de Praga, nos arredores da cidade, fica um palácio cercado por jardins tidos como os mais belos da Europa. A aldeia de Průhonice realmente parece um cenário de filme. A propriedade original foi construída em meados do século 18, mas passou por várias reconstituições desde então.

Os jardins que cercam o palácio foram inaugurados em 1885 e hoje abrigam mais de 1600 espécies de arbustos e árvores. No local, além de visitar as dependências do palácio, o visitante pode percorrer 23 km de trilhas em meio ao verde, ou simplesmente fazer um passeio romântico a dois. Na primavera, o local é muito frequentado pelos checos.

A menor casa de Praga

Você sabia que em Praga existe uma casinha minúscula, de apenas 2,40 metros de altura e um quartinho? Ela fica perdida em um pequeno largo dentro do bairro judeu e existe há mais de 300 anos: estima-se que as obras tenham iniciado em 1853. Dizem que ela já serviu como oficina de artes e até como bordel pessoal de uma senhora de 40 anos.

A minúscula casa é bem fácil de identificar: ela tem a fachada pintada de verde com uma plaquinha vermelha escrito “Nejmenší dům v Praze”, que significa “A Menor Casa de Praga”. Rende uma foto super bacana.  

Parque Stromovka

Parque Praga
Parque Stromovka é garantia de um passeio tranquilo e romântico. Foto: Domínio Público

Se você gosta de explorar os parques mais inusitados das cidades que visita, nossa dica é conhecer o Stromovka. Na região de Výstaviště, ele se estende por 95 hectares habitados por esquilos fofos, patos, aves árvores e lagos charmosos. Trata-se de um local que faz parte da vida das famílias checas.

A melhor época do ano para conhecer o local é o outono, quando as árvores se colorem de tons quentes castanhos e avermelhados. Mas, mesmo em pleno inverno, os lagos congelados do parque também refletem cenários românticos típicos de filme.

Monumento às vítimas do Comunismo

Monumento às Vítimas do Comunismo é impactante e polêmico. Foto: Ludek, CC BY-SA 3.0
Monumento às Vítimas do Comunismo é impactante e polêmico. Foto: Ludek, CC BY-SA 3.0

Este ponto turístico, além de uma beleza artística, também exprime história. O monumento chamado de “Pomník obětem komunismu”, ou “Monumento às Vítimas do Comunismo”, é composto por um conjunto de estátuas de bronze, que representa de forma gráfica a decomposição humana, em decorrência do regime.

O monumento foi erguido através de uma parceria entre o escultor Olbram Zoubek e os arquitetos Jan Kerel e Zdenek Hoelzel, inaugurado em 22 de maio de 2002. Inicialmente, o trabalho era constituído por sete estátuas, mas uma delas foi por um ataque à bomba no ano de 2003.  

O objetivo do monumento é homenagear as vítimas do regime. Na plataforma das escadas onde as estátuas estão dispostas, é possível ler a explicação: 205.486 prisões; 170.938 exilados; 4.500 mortos nas prisões; 327 abatidos enquanto tentavam fugir, 248 executados.

Dica: visite o Memorial à noite. A iluminação garante uma experiência mais dramática. Melhor ainda se estiver nevando.

Explore os pontos turísticos de Praga e o leste europeu

Ficou encantado com os pontos turísticos de Praga? Então, que tal estender seu roteiro e conhecer também outras cidades do leste europeu? O combo entre Budapeste (Hungria), Viena (Áustria), Praga (República Checa) e Cracóvia (Polônia) pode lhe render alguns dos cenários mais lindos de toda a trip pela Europa.

E a melhor notícia é que o custo de vida ao viajante nessa região da Europa é bem mais baixo do que em regiões como França, Alemanha ou Reino Unido. Neste artigo, “Roteiro na Europa: 4 dicas para desbravar o leste” nós entregamos todas as dicas para montar esse itinerário.

E aí, gostou de conhecer alguns pontos turísticos de Praga além do circuito comum? Quais você quer visitar? Comente. 😉


1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta