Mapa turístico de Roma: dicas para visitar a Cidade Eterna

O Mapa Turístico de Roma é um dos mais imponentes do mundo. Neste post, você vai encontrar não apenas um mapa para o seu roteiro, mas também dicas importantes para organizar toda a sua programação na capital da Itália.

Primeiro, vamos lembrar que Roma é o belo retrato de um passado que atravessa milênios.

Nesse mapa, você encontra inúmeros (sim, inúmeros) locais incríveis: desde as ruínas remanescentes do Império Romano até as charmosas fontes, igrejas, basílicas e museus.

Isso sem falar nos restaurantes, cafés e sorveterias absolutamente imperdíveis que não estão no mapa turístico. 😍

Roma é uma cidade efervescente: para quem não está acostumado, o trânsito caótico e o fluxo imenso de turistas podem até ser meio desnorteantes.

Mas basta virar a esquina para suspirar com alguma praça repleta de monumentos arquitetônicos incríveis.

Isto é a capital da Itália: um verdadeiro museu a céu aberto, desenhado para surpreender.

Mas quais são, afinal, as atrações essenciais? Como organizar seu mapa turístico de Roma? Veja, abaixo, algumas dicas pontuais. 👌

Panteão em Roma
Panteão é um dos pontos turísticos famosos de Roma. Foto: iStock, Getty Images

Mapa turístico de Roma

Este abaixo é um mapa turístico de Roma. Abaixo dele, você vai encontrar as principais dicas para utilizá-lo na hora de decidir sua hospedagem e seu roteiro na cidade:

Mapa turístico de Roma
Mapa turístico de Roma. Faça o download para ampliar. Reprodução: Tripomatic.com, CC BY-SA 3.0

Estes acima é um mapa turístico de Roma, desses que você pode (e deve) pegar no seu hotel.

A seguir, veja como interpretar e utilizar o mapa:

Hospedagem em Roma

O mapa de Roma é uma boa base para decidir onde você vai se hospedar na cidade.

Normalmente, quem viaja para a Itália não fica apenas na capital. E como Roma é enorme, você vai querer aproveitar ao máximo o seu tempo.

Por isso, mesmo que precise desembolsar uns euros a mais, escolha um hotel que se localize perto dos principais pontos turísticos.

Nossa dica é se hospedar na chamada Cidade Velha, na Roma Antiga, naquela trilha entre a Fontana Di Trevi e o Coliseu. Qualquer lugar entre esses dois pontos é bem bom.

Outra dica de hospedagem é não ficar bem no centro, que é um lugar um pouco mais caótico e menos bonito do que a área histórica.

Ali, no centro histórico de Roma, você vai querer se perder pelas ruelas da cidade e se encantar com todas as surpresas que se revelam a cada esquina.

Roteiro em Roma

Esse mapa turístico serve para indicar alguns dos principais pontos pelos quais você terá que passar na cidade.

Mesmo que você queira fazer uma viagem menos turística, não dá para não tirar uma foto na frente do Coliseu, na Fontana Di Trevi e no Panteão.

Acredite: todos esses pontos turísticos ficam muito mais bonitos ao vivo. As fotos não revelam todas as cores e tudo que você sente ao pisar naquele solo histórico. Confie.

Então, dito isso, é hora de começar a priorizar aquelas atrações que você mais quer ver durante sua estada em Roma. Há muitas opções que terão de ficar para a próxima, como você vai ver.

De qualquer forma, isso não é um problema: assim que você desembarcar na capital italiana, você terá certeza que terá que voltar outras vezes.

Então, parta do mesmo princípio da dica da hospedagem e concentre-se na região antiga da cidade. Dali, você pode fazer quase tudo a pé (sim!). E acredite: você vai querer fazer tudo a pé.

A cidade é linda do início ao fim. Cada ruela revela um novo segredo, um novo recanto. Até o trânsito caótico é suprimido pela beleza da arquitetura e das praças.

Além de se basear no mapa turístico de Roma, vale a pena dar uma boa olhada no Google Maps para calcular trajetos.

E muita calma se você tiver pouco tempo na cidade: apesar da maioria dos guias dizerem que você precisa de uma semana em Roma, dá para fazer MUITA coisa em três dias, por exemplo.

A parte mais bonita dessa viagem não é entrar em museu, e sim caminhar ao ar livre.

Mapa no celular

Na primeira estação de trem (ou qualquer banquinha de jornais ou bugigangas), tente comprar um chip de celular com dados de internet.

No aeroporto e com antecedência, no Brasil, você também pode comprar, mas será bem mais caro. De qualquer forma, melhor pagar mais caro do que não contar com essa ferramenta.

Com os dados no celular, você pode usar o Google Maps e aproveitar ao máximo o seu tempo em Roma. De qualquer forma, você irá se perder, mas será bem mais fácil reencontrar o caminho.

Depois da quarta ou quinta praça belíssima, você não terá mais ideia do caminho, e aí o celular vai ajudar. Suas pernas, pode ter certeza, vão agradecer.

Além dos mapas do Google, recorra ao Citymapper, um aplicativo bastante interessante que ajuda não apenas no trajeto a pé, mas nos detalhes do transporte público, minuto a minuto, ponto a ponto.

Como montar seu mapa turístico de Roma

Para elaborar seu mapa turístico de Roma, é interessante primeiro estabelecer algumas questões básicas: em que período do ano você quer ir, quais os lugares que deseja visitar, onde ficar hospedado e como irá se locomover pela cidade. Dê uma espiada nas nossas dicas:

Quando viajar para Roma

Tudo depende. Roma é mágica em qualquer época do ano, mas se você prefere visitar os monumentos ao ar livre no clima de verão, programe a viagem para o período de junho a agosto. Mas lembre-se de que a cidade fica bem movimentada nesses meses. Já entre abril e junho e setembro e outubro, as temperaturas são mais amenas.

Entre Natal e Ano Novo, o movimento costuma decair. Mas lembre-se de que estará bem friozinho, pois é inverno no hemisfério norte. ❄️

Onde ficar em Roma

Não é difícil encontrar hospedagem em Roma: a cidade é repleta de hotéis de todas as categorias, albergues ou mesmo apartamentos para alugar. O mais difícil é aliar boa localização com preço camarada, já que a capital italiana é uma das mais caras da Europa no quesito hospedagem.

Nossa dica é: reserve a acomodação com antecedência e, na dúvida, procure um lugar perto das principais praças da capital, como as Piazzas Navona, Espagna e Campo de Fior. É garantia de que haverá uma estação de trem por perto. Se achar os preços muito salgados, considere opções alternativas de hospedagem, como o Airbnb.

Como se locomover

O metrô de Roma não é tão extenso quanto o de Londres ou Paris, por exemplo, mas é uma boa alternativa de transporte aos turistas. São duas as linhas disponíveis: A (vermelha) e B (azul). Elas se cruzam na estação Termini. As estações Colosseo, Ottaviano-S.Pietro e Spagna são as mais utilizadas pelos turistas.

O ticket (também válido para outros meios de transporte), pode ser facilmente adquirido em máquinas de autoatendimento. O valor do bilhete para 100 minutos é de  € 1.50, mas se você for ficar na cidade por mais tempo, vale a pena comprar o passe livre para 7 dias, por € 24.

Mapa turístico de Roma: pontos imperdíveis

Fórum-Romano
As ruínas do Fórum Romano. Foto: iStock, Getty Images

Agora que você já estruturou as questões básicas para a viagem, é hora de investir pesado no mapa turístico de Roma e escolher os lugares que você irá visitar. Bem, uma passagem pelo Coliseu, pelo Palatino e pelo Fórum Romano é indispensável. Afinal, esses são os pontos turísticos mais procurados na cidade italiana, pois recontam a história do Antigo Império.

Outro local indispensável é a Basílica de São Pedro, simplesmente o maior templo católico do mundo. No Vaticano, os museus Pio-Clementino, Chiaramonti e Gregoriano Etrusco garantem uma boa programação cultural. Não deixe, ainda, de passear pelas belas praças, como a Piazza Navona e a Piazza del Popolo.

Gostou das dicas? Conseguiu montar seu mapa turístico de Roma? Comente. 😊

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta