O que fazer em Roma: roteiro de 3 dias

A capital da Itália é uma cidade majestosa. Com ruas que exalam história, difícil é dar conta de todas as opções para quem busca o que fazer em Roma. Catedrais, museus, monumentos, fontes e praças compõem os principais cartões postais da cidade, que guarda uma surpresa a cada esquina. 

Mas como conhecer um local com tantas atrações essenciais em pouco tempo? A resposta é clara: montar um bom roteiro. Se você não tem a mínima ideia de como fazer isso, fique ligado nas dicas a seguir. 🛬

Roma
Roma: cidade eterna de encantos. Foto: iStock, Getty Images

O que fazer em Roma em 3 dias

Para aproveitar ao máximo sua estadia em Roma, ter um itinerário estratégico é fundamental. Saber quais pontos turísticos ficam próximos, quais são mais tranquilos para visitar no primeiro dia e quais podem ficar para o fim da viagem vai tornar seus passeios muito mais calmos e prazerosos.

Preparado? Confira, então, nossas sugestões de passeios seu roteiro de 3 dias:

Dia 1 em Roma

No primeiro dia do seu roteiro turístico, é bom fazer uma ambientação. A dica é escolher o início da viagem para conhecer as atrações gratuitas, sem filas. Aproveite para passear pelas praças e ruas da cidade e contemplar alguns monumentos.

Fontana di Trevi

Fontana Di Trevi em Roma
Fontana di Trevi é um dos cartões postais de uma cidade cheia de cartões postais. Foto: iStock, Getty Images

Comece pela Fontana di Trevi, uma fonte no estilo barroco com 26 metros de altura e 20 metros de largura. Impossível não tirar uma fotografia na Fontana com sua imponente estátua do deus Netuno.

Panteão

Panteão em Roma
A visão do Panteão é de tirar o fôlego. Foto: iStock, Getty Images

Depois[, caminhe até o Panteão de Agripa: ele é o único edifício construído na época greco-romana que ainda permanece em perfeito estado de conservação. Fica aberto para visitação de segunda a sábado, das 9h às 19h30 e domingos das 09h às 18h.

Piazza Navona

Piazza Navona em Roma
Piazza Navona é uma das praças mais famosas de Roma. Foto: iStock, Getty Images

Também perto do Panteão, fica uma das mais belas praças de Roma: a Piazza Navona. Antigamente, ela abrigava competições esportivas e hoje reúne artistas de rua, pintores e charmosos cafés ao ar livre. Pode ser uma boa pausa para um café da tarde.

De lá, você pode ir até outra praça com uma bela fonte chamada La Barcaccia e escadarias laterais que conduzem à Igreja de Trinità dei Monti.

Piazza del Popolo

Piazza del Popolo em Roma
Piazza del Popolo fica no centro histórico da Cidade Eterna. Foto: iStock, Getty Images

Termine o dia na Piazza del Popolo, “A Praça do Povo”, que abriga as chamadas igrejas gêmeas, a Santa Maria in Montesanto (1675) e a Santa Maria dei Miracoli (1678).

Nesta praça, há uma estação de metrô – a Flaminio. Você pode pegar um trem e retornar ao hotel com tranquilidade.

Dia 2 em Roma

O segundo dia é o melhor para fazer um roteiro por aqueles pontos turísticos essenciais e mais cotados da cidade, onde é necessário encarar algumas filas e desembolsar euros. Já sabe de quais estamos falando, não é?

Coliseu

Coliseu em Roma
Coliseu é o mais famoso símbolo do Império Romano. Foto: iStock, Getty Images

O primeiro deles é o Coliseu, a antiga arena construída entre 72 d.C. e 80 d.C, palco das lutas entre gladiadores. Até hoje, ele é considerado o maior anfiteatro do mundo. Para entrar, é preciso pagar 16 euros (se quiser evitar horas de fila, compre no site com antecedência). Você vai passar, no mínimo, de duas a três horas explorando as escadarias e a arquitetura do Coliseu.

Fórum Romano

Fórum Romano em Roma
Fórum Romano era o principal centro comercial da Roma Imperial. Foto: iStock, Getty Images

Depois, aproveite para contemplar outros dois locais de acesso com o mesmo ingresso, o Palatino e o Fórum Romano. Entre um ponto turístico e outro, veja o Arco de Constantino, arco triunfal erguido a pedido do Senado Romano.

Basílica de São João de Latrão

Basílica de São João de Latrão em Roma
Basílica de São João de Latrão em Roma é a catedral da Diocese de Roma. Foto: iStock, Getty Images

A partir do centro histórico, você também pode incluir outros pontos turísticos estrategicamente próximos no itinerário. Nossas dicas são o Monumento a Vittorio Emanuele II e a Basílica de São João de Latrão, considerada a “mãe” de todas as igrejas cristãs ao redor do mundo.

Dia 3 em Roma

Último dia na Cidade Eterna 😪. Melhor aproveitar ao máximo, não é? Para o seu trajeto de despedida, estão guardadas algumas atrações bem especiais no Vaticano – que é basicamente uma Cidade-Estado.

Vaticano

Vista aérea da Cidade do Vaticano
Vista aérea da Cidade do Vaticano. Foto: iStock, Getty Images

O Museu do Vaticano (aberto de segunda a sábado, das 9h às 18h) engloba, na verdade, um complexo de museus: o Museu Pio-Clementino, o Museu Chiaramonti, a Pinacoteca Vaticana, o Museu Gregoriano Etrusco e o Museu Gregoriano Egípcio – para citar alguns. O ticket inclui também uma visita à Capela Sistina. O ingresso custa 16 euros e, se quiser evitar filas, pode ser adquirido neste site.

Basílica de São Pedro

Basílica de São Pedro no Vaticano
Basílica de São Pedro no Vaticano

No Vaticano, é indispensável conhecer também a Praça e a Basílica de São Pedro. Construída entre 1506 e 1626, ela é o maior e mais importante edifício religioso católico do mundo, onde o Papa celebra a Missa Pontifícia. Sob o altar da basílica, está enterrado São Pedro, um dos 12 apóstolos e o primeiro papa.

Atrações históricas de Roma

Viu? Não falta o que fazer em Roma mesmo. O roteiro de 3 dias que você acabou de conferir contempla alguns pontos turísticos mais importantes de Roma, mas com certeza ainda há muito mais para se ver na cidade. Se você dispõe de mais tempo para explorar a grandiosa capital, pode incluir outros locais históricos no itinerário.

Anote aí mais algumas sugestões: as Escadarias da Praça da Espanha, a Galleria Borghese, o Campo de Fiori, a Igreja de São Luís dos Franceses, a Catacumba Romana, a Vila Adriana e o Convento Trinità Dei Monti são outras atrações de Roma. Turismo histórico não falta na cidade em que você consegue tocar o passado com a ponta dos dedos.

E aí, gostou das nossas dicas do que fazer em Roma? Qual desses pontos turísticos você julga indispensáveis? Comente! 😀


3 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta