Os imperdíveis: 5 pontos turísticos de Roma

Você curte turismo histórico? Então precisa colocar alguns pontos turísticos de Roma na sua wishlist de viagens. Não é segredo que a capital da Itália tem alguns dos monumentos mais importantes do ocidente. Nessa cidade repleta de alma, cada esquina é um museu.

Mas como montar um roteiro para visitar os pontos turísticos de Roma essenciais? Quais são as atrações que não podem faltar no itinerário dos visitantes? É isso que vamos desvendar neste artigo.

Preparado? 😀

Roma
Roma: cidade histórica repleta de atrações para os viajantes. Foto: iStock, Getty Images

5 pontos turísticos de Roma que não podem faltar no roteiro

Chamada de “Cidade Eterna”, Roma tem uma história milenar. Ao mesmo tempo em que a atmosfera da metrópole remete ao passado, os romanos de hoje recebem de braços abertos os visitantes.

Mas explorar uma cidade assim em sua totalidade nem sempre é tarefa fácil, já que há muito o que se ver. Por isso, selecionamos o top 5 dos pontos turísticos de Roma, com uma ajudinha dos sites Quero Viajar Mais e TripAdvisor.

Veja a seguir quais são eles:

Coliseu

Coliseu
Coliseu. Foto: iStock, Getty Images

Maior símbolo do Império Romano e principal cartão postal de Roma, o Coliseu é uma emblemática arena construída entre 72 d.C. e 80 d.C. Na época, comportava em torno de 50 mil pessoas, que ali se reuniam para assistir a batalhas épicas – as famosas brigas dos gladiadores – além de lutas com animais e, claro, execuções.

O Coliseu pode ter sido palco de uma história sangrenta, mas é um ponto turístico essencial da cidade. Os ingressos para entrar custam 16 euros e também dão acesso ao Fórum Romano e ao Palatino. Para evitar filas, compre o bilhete com antecedência.

Palatino

Palatino
Palatino. Foto: iStock, Getty Images

O monte Palatino, uma das sete colinas de Roma, abriga as ruínas dos mais importantes palácios da antiga cidade. Lá moravam os imperadores Augusto, Tibério e Domiciano. O ingresso de acesso ao Coliseu também permite conhecer o Palatino.

Fórum Romano

Fórum-Romano
Fórum Romano. Foto: iStock, Getty Images

Uma espécie de Broadway à la Roma Antiga, o Fórum Romano é o local que concentrava as maiores atrações da cidade na época da República. Situado entre o monte Capitolino e o monte Palatino, ele foi construído no final do século 7 a.C. O Fórum foi palco de grandes acontecimentos, como a cremação de César.

Na região das Ruínas do Fórum também ficam outros monumentos importantes, como o Arco de Septimius Severus, local onde eram celebradas as vitórias do antigo imperador, além Basílica de Massenzio e do Templo de Antonino e Faustina. O ingresso do Coliseu, como já foi mencionado, também dá acesso ao local.

Panteão

Panteão
Panteão. Foto: iStock, Getty Images

Com entrada gratuita, o Panteão é um dos monumentos mais bem preservados remanescentes do Império Romano. Sua construção original data de 27 a.C., e sua primeira restauração, de 2 d.C. Originalmente, ele foi projetado para ser um Templo de Todos os Deuses, mas desde o século 7 foi apropriado como um templo católico.

Além da arquitetura impressionante, o Panteão abriga os túmulos de importantes personalidades italianas, como o pintor Rafael Sanzio e Vittorio Emanuele II de Saboia, o primeiro rei da Itália. Uma visita é indispensável.

Basílica de São Pedro

Basílica-de-São-Pedro
Basílica de São Pedro. Foto: iStock, Getty Images

Fundada em 324 pelo imperador Constantino, a Basílica de São Pedro é hoje o mais importante templo católico do mundo. Ela abriga o túmulo do apóstolo Pedro, que deu origem ao nome do local, além das tumbas dos papas, que ficam no subsolo.

O que mais chama atenção na Basílica é sua cúpula, pintada por Michelangelo, e as demais obras de arte que abriga – a exemplo da Pietà (do mesmo artista). Isso sem falar no Baldaquino de Bernini, uma espécie de altar papal de bronze com quase 30 metros de altura.

Para ingressar na Basílica, os ingressos custam 15 euros.

Pontos turísticos de Roma não param por aí

É claro que os cinco pontos turísticos de Roma citados acima são apenas uma pequena parte de tudo o que a cidade oferece. Na sua visita, vale também programar passeios aos chamados “Museus do Vaticano”, que apresentam obras de artistas famosos, além de históricas peças romanas e egípcias.

O Museu Pio-Clementino, o Museu Gregoriano Egípcio, o Museu Gregoriano Profano e o Museu Pio-Cristão são algumas opções. No roteiro, não deixe de incluir também o Castelo Sant’ Angelo, fundado em 135 pelo imperador Adriano.

A Fontana di Trevi (utilizada como reservatório de água desde 19 a.C), a Piazza Navona (uma das praças mais belas de Roma) e o Monumento Vittoriano (dedicado ao rei Vittorio Emanuele II) são algumas das outras estruturas históricas da cidade. Se puder, faça questão de conhecer.

E aí, o que achou dos pontos turísticos de Roma? Qual você quer visitar? Faltou algum na lista? Opine nos comentários 😉


4 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta