O que fazer em São Petersburgo: explore as atrações da cidade russa

Em uma cidade composta por nuances entre antiguidade e modernidade, não é difícil para o visitante descobrir o que fazer em São Petersburgo. Na antiga capital dos czares, construída por Pedro I – o Grande, no ano de 1703, permanecem até hoje os traços glamourosos da era do império russo, através de monumentos como palácios, catedrais e pontes charmosas. 🏰

São Petersburgo é uma cidade emoldurada através da história, tão atraente quanto outros grandes centros europeus. Para os apaixonados, representa uma alternativa de destino romântico: apelidada de “Veneza do Norte”, a segunda maior cidade da Rússia é banhada pelo belo rio Neva, possui diversos canais e mais de 300 pontes.

E aí, ficou intrigado para descobrir o que fazer em São Petersburgo? Quer conhecer melhor os pontos turísticos da cidade? Confira nossas dicas abaixo. 😉

Museu Hermitage_CC BY-SA 2.0
O imponente Museu Hermitage, um dos cartões-postais de São Petersburgo. Foto: Ana Paula Hirama, CC BY-SA 2.0

Descubra o que fazer em São Petersburgo

Além de ter fama mundial por ser uma cidade muito fria, São Petersburgo também retrata um passado forte, de glórias e perdas. Afinal, ela foi lar dos imperadores russos por mais de 200 anos, até o fim da liderança dos czares. Sem falar que foi palco de batalhas na II Guerra Mundial, quando muitas pessoas morreram de fome e frio.

Foi no ano de 1924, no período da União Soviética, que a cidade perdeu o título de capital russa para Moscou e passou a se chamar Leningrado (em homenagem a Lenin). Foi só em 1991, com o colapso da União Soviética, que o nome original foi novamente instituído.

Agora que você já conhece um pouco do contexto histórico, vamos ao que interessa: o que fazer em São Petersburgo? 🤔

1. Explorar os museus

Em se tratando de uma cidade com capítulos históricos tão significativos, não podiam faltar museus incríveis em São Petersburgo. O Museu Hermitage, instaurado na antiga residência dos czares russos, é um ponto turístico indispensável. Trata-se de um dos mais antigos e maiores museus do mundo – são cerca de 3 milhões de peças que remontam a épocas, estilos e culturas distintas, distribuídas em 10 prédios.

Construído a pedido de Catarina, a Grande, o atual acervo se destaca pelas obras que remetem à história russa e também por outras de grandes artistas, como Leonardo da Vinci, Picasso e Cézanne. O museu é grandioso em todos os sentidos e os salões imperiais vão fazer você se sentir em uma outra era.

Outro acervo interessante é o do Museu da Rússia, composto por mais de 400 exibições em pontos distintos da cidade. As principais coleções, que remetem à história do país até o século 20, estão no Palácio Mikhailovsky, ao lado da Igreja do Sangue Derramado.

2. Visitar os palácios

Na terra dos czares, é claro que não poderiam faltar palácios. Sugerimos que você não deixe de conhecer o Peterhof Palace, localizado a cerca de 30 km de São Petersburgo. Chamado de “Versailles Russo”, ele foi fundado em 1703 a pedido de Pedro, o Grande, e impressiona pelo tamanho de seus jardins e fontes – sem falar nos detalhes em ouro.

Outro palácio incrível é o Catherine Palace, a 25 km da antiga capital. Um templo do estilo rococó na Rússia, ele era a antiga residência de verão dos czares.

3. Fazer um passeio de barco

São Petersburgo é uma cidade repleta de pontes e canais. Portanto, fazer um passeio de barco pelo Rio Neva é indispensável. Se você visitar a Rússia no verão, vale a pena investir na atividade ao fim da tarde, para contemplar o pôr do sol. Há diversas empresas que oferecem o passeio junto às margens do rio.

4. Conhecer as catedrais

Há suntuosas catedrais espalhadas por todo o território de São Petersburgo. O maior templo ortodoxo da cidade é a Catedral de São Isaac, com sua cúpula de ouro e portas ornamentadas. Do alto da cúpula, é possível ter uma visão panorâmica privilegiada da antiga capital russa.

Outra catedral que merece uma visitinha é a Catedral de Kazan, uma réplica da Basílica de São Pedro, construída em 1811. Ela foi erguida especialmente para abrigar a imagem da Nossa Senhora de Kazan, uma das figuras religiosas mais veneradas da Rússia.

O que fazer em São Petersburgo: dica de roteiro

Agora que você já conhece algumas atrações da cidade, vale a pena montar um roteirinho para garantir que nenhuma delas ficará de fora. Nossa dica é reservar, no mínimo, três dias para explorar as belezas de São Petersburgo.

Comece, no primeiro dia, passeando pelo centro histórico: inclua no itinerário o Museu Hermitage, a Catedral de São Isaac, a Catedral de Kazan, a Fortaleza de Pedro e Paulo (onde estão enterrados esses czares) e a Mesquita Sobornaya. No segundo dia, sugerimos que invista no passeio de barco e na visita ao Peterhof Palace.

Para fechar a viagem com chave de ouro, no terceiro dia visite o Catherine Palace, o Museu Russo e, se sobrar tempo, outros pontos turísticos como a Smolny Cathedral e os palácios de Yusupov e Mariinsky. 😉

E aí, gostou das dicas do que fazer em São Petersburgo? Vai incluir a cidade no seu roteiro pela Europa? Confira também nosso post sobre as comidas típicas da Rússia e entre no clima. Depois deixe um comentário!

Deixe uma resposta