Colônia do Sacramento, Colonia del Sacramento
Gustavo Heldt

Colonia Del Sacramento é uma cidadezinha para passar algumas horas. E depois, lembrar dessas horas por muitos anos.

Tudo em Colonia é fácil. A cidade é tão pequena, que dispensa qualquer coisa além de um mapa. Uma noção histórica pode ajudar na compreensão das construções e monumentos, mas não se constitui em artigo necessário para essa viagem.

Tudo que você precisa em Colonia é calma. Passeie com tranquilidade, porque você vai ter tempo de ver tudo, sim, não interessa quantas horas lhe restem na cidade. E se não der tempo de ver tudo, não tem problema: você certamente vai voltar.

Colonia tem 24 mil habitantes e menos turistas do que o esperado. Que bom. Você pode aproveitar o passeio com toda a comodidade do mundo, sem se acotovelar para ver esse ou aquele ponto turístico. Até porque aqui não existe uma atração especial. São todas bonitas. (OK, quer algum destaque? O farol, a Plaza de toros, o bairro histórico, o portão de acesso e o porto.)

El Buen Suspiro

Para embarcar direito nessa viagem, comece a jornada com a melhor descoberta que você fará na cidade: os queijos e vinhos do restaurante El Buen Suspiro, que fica na rua mais antiga, a Calle de los Suspiros, toda de pedra, pequenina, ladeada por construções do século 18 e norteada pelo Rio de la Plata. Nesse restaurante, não precisa economizar: peça a tábua de queijos mais cara e o vinho que lhe apetecer mais entre os tantos da carta. E depois, para complementar uma das melhores noites de sua vida, arremate com uma Chardonnay especial da adega. Essa brincadeira toda, certamente um dos jantares mais românticos de sua vida, não vai passar de 50 reais por pessoa. Dica: há um ambiente com apenas uma mesa no restaurante, ideal para os apaixonados que buscam privacidade total nessa caverna que exige alguma habilidade dos mais altos para que não haja nenhum entrave na entrada.

A próxima parada depende do horário de chegada. Você vai dormir na cidade ou só passar algumas horas? Ambas as opções são válidas – não existe um caminho errado para se chegar e apreciar Colonia. Para dormir, experimente um dos hotéis do Bairro Viejo ou o acessível El Viajero ou o luxuoso Sheraton Colonia, um pouco mais afastado (150 pesos uruguaios de táxi, ou seja, menos de 15 reais).

Vista do farol de Colonia del Sacramento

Se você se inebriar completamente com o vinho, o tempo ficar embaçado e tudo que você puder visitar for uma única atração turística, então vá logo até o Farol. Suba todos os degraus (tortuoso mas vale a pena) e aprecie a vista. Caso sobre algum tempo, você também pode visitar os museus. Pagar por um deles dá direito a entrar em todos.

Puerto de Yates de Colonia del Sacramento. Clique para conhecer
Clique para conhecer El Drugstore

Caso você arrume tempo para mais uma refeição, aposte no El Drugstore. Isso considerando, claro, que você já passou pelo Buen Suspiro, a única atração obrigatória da cidade. O El Drugstore não vale pela comida, mas pelas fotos. Serve de fondue de queijo a salmão com alcaparras, passando por quase tudo que é relacionado ao mar. Antes de chegar a comida, no entanto, você vai ter alguns minutos para reparar no teto: violões pendurados, um piano lá no alto e outros adereços bizarros constituem-se na decoração alegre do lugar. Com sorte, você ainda pega um show ao vivo.

Já é noite? Não se preocupe. Não há violência em Colonia. Aproveite a escuridão para se encantar com as sombras e as luzes da cidade. De preferência, no caminho de volta ao buquebus, dê uma paradinha na Calle de los Suspiros para uma última foto com as luminárias tipo lampião que adornam as paredes das antigas construções da rua.

O tempo não passa em Colonia. Mas você logo sente saudade.

Escrito por

Gustavo Heldt

Cocriador dos sites Mapa de Londres e Mapa do Mundo. Cofundador da agência de conteúdo Redator Hacker. Atualmente, dedicado ao projeto Investimento em Fundos. Conecte-se comigo no Instagram :)