5 dicas para sua primeira viagem de navio

Percorrer diferentes cidades e países em um cruzeiro é uma forma cada vez mais popular de viajar. Se você está prestes a encarar sua primeira viagem de navio, deve estar com algumas dúvidas em mente: o que levar na bagagem? Quais documentos preciso ter em mãos? Como é feito o embarque?

Neste artigo, vamos apresentar as melhores dicas para você usufruir ao máximo da sua viagem de navio, seja ela um grande cruzeiro pela Europa ou um pequeno passeio na América do Sul.

All aboard?

Cruzeiro
Cruzeiro é opção atraente de viagem. Foto: iStock, Getty Images

5 orientações para sua viagem de navio

A grande vantagem de fazer uma viagem de cruzeiro é que você acorda e vai dormir sempre diante de um cenário diferente. Além disso, atrações não faltam enquanto o navio se movimenta: jantares, piscinas, bares, aulas de dança, yoga e apresentações de teatro são apenas algumas das possibilidades de lazer dentro do itinerário ambulante.

Para chegar 100% preparado para a aventura na hora do embarque, confira estas 5 dicas:

1. Bagagem

Em cruzeiros, não existe limite de bagagem. Mas a recomendação da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos é levar dois volumes por passageiro, cada um com no máximo 20 kg. É proibido levar itens que emitam calor (velas, incensos, ferros de passar), alimentos, bebidas, objetos pontiagudos e, claro, drogas.

Dentro da mala, não podem faltar roupas informais para usar a bordo: chinelos, bermudas e shorts, sandálias, vestidos ou camisetas. Como a maioria dos navios oferecem atividades esportivas, vale ter em mãos também um traje atlético. Leve, ainda, algumas peças de vestuário na linha esporte fino, para os jantares.

Além das roupas, é fundamental ter na mala protetor solar, remédios (principalmente para eventuais enjoos) e máquina fotográfica.

2. Documentação

Para cruzeiros no Brasil, você precisa ter em mãos um documento de identidade válido com RG. Já em outros países, será necessário apresentar o passaporte com, no mínimo, seis meses de validade.

3. Embarque e desembarque

O embarque, na maioria dos casos, começa após às 11h e sempre quatro horas antes da partida do navio. Ele é finalizado cerca de duas horas antes da saída. O primeiro passo ao chegar ao terminal é localizar o setor de bagagem, onde você vai despachar as malas – que vão ser levadas direto para a sua cabine.

Em seguida, basta procurar o balcão de atendimento para fazer o check-in, apresentar seus documentos e você poderá embarcar. Em viagens internacionais, no momento do desembarque, todos os passageiros a bordo precisam preencher a Declaração de Bagagem Acompanhada e, caso haja algum produto a declarar, se apresentar à Receita Federal.

4. Atrações no navio

Diariamente, os cruzeiros oferecem várias atividades gratuitas aos passageiros. Na maioria dos casos, é possível verificar a programação em um informativo que é deixado nas cabines diariamente. Algumas delas podem exigir uma inscrição prévia.

Vale lembrar que alguns navios têm lojas que vendem produtos de grife por preços mais em conta, mas estas só funcionam enquanto ele estiver em alto mar – fecham quando o cruzeiro atraca. Se houver cassinos a bordo, lembre-se de que menores de 18 anos não podem circular por esses espaços.

Ah, e fique atento ao dress code: você não pode usar trajes de banho nos corredores ou nos jantares a bordo.

5. Gastos

Quando se apresentar ao atendimento na hora do embarque, você vai escolher como serão pagas suas despesas dentro do cruzeiro: com dinheiro ou cartão de crédito. A partir daí, você receberá um cartão magnético válido a bordo, que poderá ser recarregado com a opção escolhida durante a viagem.

O uso do cartão é destinado a compras ou serviços adicionais, não inclusos no pacote que você comprou para a viagem.

Viagem de navio: dicas pontuais

  • Antes de comprar a viagem de cruzeiro, faça pesquisas em diferentes agências, solicite orçamentos e fotos do navio
  • Muitas vezes, nos restaurantes a la carte, os hóspedes têm mesas reservadas. Ou seja: você vai sentar no mesmo lugar diariamente e, provavelmente, ser atendido pelo mesmo garçom. Trate-o com cordialidade para ter mais conforto em todas as refeições
  • Nem sempre todos os funcionários do navio falam português. Mas eles conhecem as palavras básicas de atendimento
  • Não se esqueça de colocar etiquetas de identificação nas malas.

E aí, curtiu as dicas para sua viagem de navio? Você já viajou em algum cruzeiro? Pretende fazer isso em breve? Comente 😉

Deixe uma resposta