Gustavo Heldt

Depois de um dia de trabalho cansativo, nada melhor do que uma jantinha especial, né? Pois eu tive a sorte de agendar a minha visita ao restaurante Salpique Cozinha Moderna, em Gramado, em um desses dias atribulados. No fim da noite, o ambiente a comida deliciosa já tinham feito eu me esquecer de todos os problemas. Localizado na Av. das Hortênsias, 1095, na área central da cidade, onde antes ficava o restaurante Moscerino, o Salpique é uma nova opção de gastronomia para os turistas e moradores da região.

* por Bárbara Keller

O ambiente

Inaugurado em outubro de 2012, sob o comando do chef Eduardo Leling, o restaurante alia um ambiente sofisticado com uma culinária de qualidade. Ao chegar no local, você vai perceber que a fachada do restaurante dita o tom e a beleza do Salpique. Outro detalhe é a cozinha, que pode ser visualizada da calçada. As paredes de vidro também permitem dar uma espiadinha no ambiente interno, da mesma forma que os clientes podem conferir a movimentação da Av. das Hortênsias e observar o estacionamento enquanto apreciam sua refeição.

Ao entrar no Salpique, fomos muito bem recepcionados pelo garçom, que nos deixou livres para escolher uma mesa e conferir o ambiente interno. Dividido em dois espaços, um mais sofisticado, com lareira, mesas com toalhas brancas e descansa pratos dourados, e um outro mais rústico, com mesas e cadeiras de madeira, descansa pratos pretos e um tronco de árvore incorporado ao ambiente, o restaurante oferece requinte e sofisticação nos detalhes.

Os vasinhos com rosas em todas as mesas, a arrumação dos guardanapos e a luz indireta, em alguns casos proporcionada por lustres bem bacanas, dão um toque especial e conferem um certo charme e romantismo ao restaurante Salpique. Nós escolhemos uma mesa mais no canto, perfeita para um jantar romântico. O ambiente climatizado e a música que toca no restaurante, de MPB à música lounge, ajudam nesse quesito. Painéis de madeira com vasos de plantas complementam a decoração.

Os pratos

Enquanto admirávamos a beleza dos cardápios e escolhíamos nossos pratos, o chef Eduardo veio conversar com a gente e explicar um pouco sobre o restaurante. Segundo ele, o Salpique é uma releitura da cozinha italiana, com saladas e pratos diferenciados. Embora alguns pratos do extinto Moscerino tenham sido mantidos no cardápio, Leling e sua equipe, todos formados em Gastronomia pela Unisinos, resolveram criar pratos originais, com um toque especial.

Risoto de Charque com Couve, Talharim Tchê, Capellini ao Fungi, Filé Mignon com Purê de Ervas, Filé Mignon com Gratan de Batata e as sobremesas Brownie Branco e Duo de Chocolate estão entre os pratos novos incorporados ao cardápio. Como fã de massa, eu optei pelo Talharim Tchê, um talharim artesanal com erva mate, servido com molho de costelas cozidas a longo tempo, em fogo brando, com tempero do chef. Já o meu noivo resolveu experimentar o Filé Mignon com Gratan de Batata, que consiste em um medalhão de filé, com mil folhas de batata com creme de leite e queijo serrano com molho de cogumelos defumados.

Os preços

O prato de massa custou R$ 36,50, já o de filé saiu por R$ 53,60. No entanto, mesmo que o segundo prato tenha custado mais caro, a maioria dos preços são bem convidativos. Em média, as sopas custam 24,00 reais, as saladas, 23,00 reais, e os pratos principais, risotos, massas, peixes e carnes, vão de R$ 31,80 a R$ 78,00, daí com porção para duas pessoas. Para acompanhar os pratos, o restaurante também conta com uma extensa carta de vinhos.

A nossa experiência gastronômica

Enquanto aguardávamos nossos pedidos, o chef nos presenteou com a salada que dá nome ao restaurante. Com um colorido de encher os olhos, a salada Salpique não é só bonita, mas também deliciosa. O mix de folhas crocantes e flores, com finas tiras de manga, palmitos em rodela, perfume de maracujá, tudo isso acompanhado de azeite de carvão vegetal, tornam o sabor do prato inigualável. Eu não sou a maior adepta de saladas, mas essa me conquistou.

Depois da salada, chegou o momento de nos surpreendermos com os pratos principais. Com porções bem generosas, a apresentação dos mesmos já impressiona, mas é só quando você dá a primeira garfada que você realmente se entrega e esquece de tudo. Você sente cada tempero, e percebe a paixão do Eduardo pela gastronomia em cada detalhe. Tudo é preparado com cuidado e dedicação, para apresentar algo diferente e especial ao cliente. Não tenho receio em admitir que fazia tempo que eu não comia tão bem quanto essa refeição no Salpique.

O interessante é que tudo é produzido por eles, desde as massas, os molhos até as sobremesas. Aliás, para fechar a nossa janta da melhor maneira possível, resolvemos experimentar uma sobremesa, o Duo de Chocolate, que custa R$ 15,90. Com um bolo de chocolate branco e um preto, uma bola de sorvete e uma calda quente de doce de leite caseiro, nos despedimos do Salpique. E não preciso nem dizer que essa sobremesa arrebatou meu coração, e meu estômago.

Mais informações

O restaurante também oferece um bufê de sopas, a 27,00 reais por pessoa, com quatro tipos de sopa servidos. Capeletti e ervilha são sabores fixos, enquanto os outros dois mudam diariamente. É uma boa pedida para enfrentar o frio de Gramado. Durante a alta temporada, ou feriados e finais de semana, conseguir estacionar pode ser um problema. Para facilitar, o Salpique disponibiliza um estacionamento amplo, em meio às árvores, ao lado do estabelecimento. No entanto, se você deseja ficar mais tranquilo para poder beber um vinho, o restaurante conta com transporte gratuito para Gramado e Canela.

O Salpique Cozinha Moderna não é apenas mais um restaurante em Gramado, ele surge como uma opção diferenciada, que busca trazer pratos originais, onde cada detalhe, cada tempero, revela uma experiência única. Além disso, o excelente atendimento e a sofisticação do ambiente vão fazer você se sentir acolhido, só esperando pela próxima oportunidade de visitar o Salpique novamente.

Endereço: Av. das Hortênsias, 1095 – Centro.

Horário de atendimento: De terça a quinta, das 19h às 23h30min, sexta, das 19h à meia-noite, sábado, do meio-dia às 15h e das 19h à meia-noite, e domingo, do meio-dia às 15h. Fecha nas segundas.

Página no facebook

Telefone: (54) 3286-3544.

E-mail: [email protected]

Veja mais fotos do Salpique

Veja também

Escrito por

Gustavo Heldt

Cocriador dos sites Mapa de Londres e Mapa do Mundo. Cofundador da agência de conteúdo Redator Hacker. Atualmente, dedicado ao projeto Investimento em Fundos. Conecte-se comigo no Instagram :)