5 imagens da Islândia para inspirar sua próxima viagem

Você alguma vez já procurou imagens da Islândia na internet? Em caso negativo, prepare-se para conhecer agora alguns dos lugares mais incríveis localizados no país nórdico europeu, ilhado pelo Oceano Atlântico. São pontos turísticos que parecem ter saído direto da ficção, de uma beleza estonteante que não se vê todo dia. ❄️

De fato, a Islândia é um destino exótico: ao contrário do que muitos pensam, não se trata apenas de uma ilha coberta de gelo. Em seu território, o visitante também encontra paisagens lunares moldadas pela ação vulcânica, pastos verdes e até cadeias de montanhas submarinas. É uma diversidade da natureza difícil de absorver sem enxergar com os próprios olhos.

Se você pensa em visitar o país, vale a pena conferir abaixo algumas imagens da Islândia – para então planejar uma próxima trip e contemplar tudo de pertinho. 😊

Confira 5 imagens da Islândia

Alerta: depois de ver as fotografias abaixo, você vai se apaixonar pela Islândia. Confira, abaixo, alguns pontos turísticos e cartões-postais espalhados pelo território da ilha.  

Aurora Boreal

Aurora Boreal
Islândia é um dos cantinhos reclusos do mundo onde ocorrem auroras boreais. Foto: iStock, Getty images

O inverno possibilita aos visitantes contemplarem um dos mais bonitos espetáculos da natureza e uma das mais famosas imagens da Islândia: as auroras boreais. Elas, na verdade, são um efeito ótico causado pelo impacto de partículas de vento solar com a alta atmosfera da terra. O resultado são luzes coloridas e brilhantes, em tons de verde e vermelho, que cortam o céu e podem ser vistas a olha nu.

Partindo de Reykjavik, a capital da Islândia, há diversas excursões que vão aos lugares remotos da ilha onde é possível contemplar o fenômeno.

Lagoa Azul

Blue lagoon Iceland
Já imaginou tomar banho nessa lagoa? Foto: iStock, Getty Images

A Lagoa Azul, situada em Grindavík, a cerca de 40 km da capital da Islândia, é utilizada como uma espécie de spa termal. Suas águas alcançam temperaturas de até 40ºC, o que significa que, mesmo no inverno com temperaturas abaixo de zero, é possível se banhar ali. Já imaginou?

Cataratas Dettifoss

Dettifoss
Dettifoss é uma das maiores cataratas da Europa. Foto: IStock, Getty Images

Outro espetáculo da natureza abrigado pela Islândia fica na região nordeste do país. As Cataratas Dettifoss estão entre as maiores quedas d’água da Europa, e ficam às margens do rio Jökulsá á Fjöllum, que flui do glaciar Vatnajökull. Para se ter uma ideia, as águas têm 100 m de largura e uma vertical de 48 m, até chegarem ao desfiladeiro de Jökulsárgljúfur

Landmannalaugar

Landmannalaugar
No vale de Landmannalaugar é possível tomar banho em piscinas naturais, junto às montanhas. Foto: iStock, Getty Images

Ao sul da Islândia, mais precisamente em Sudurland, ao norte do glaciar Mýrdalsjökull e a leste do vulcão Hekla, está Landmannalaugar – uma incrível região termal repleta de piscinas quentes naturais. As águas jorram direto do chão, mas também confluem com uma ribeira de água fria: assim, é possível escolher a temperatura ideal de acordo com a estação.

Agora: imagine tomar um banho nas piscinas naturais em um local repleto de montanhas à sua volta? É uma experiência sem precedentes.

Geysir

Geysir
Geysir é um fenômeno incrível que os viajantes podem acompanhar na Islândia. Foto: iStock, Getty Images

Esta é outra imagem da Tailândia que costuma figurar nos guias de viagem. No vale de Haukadalur, mais precisamente no sudoeste, é possível acompanhar de perto um fenômeno incrível – restrito a lugares onde há atividade vulcânica. Geysir é uma nascente eruptiva, uma espécie de vulcão secundário, que periodicamente lança uma coluna de água quente e vapor em direção ao ar.

Pela foto, é possível ter uma ideia do quanto é bacana ver um gêiser em ação.

Como contemplar as imagens da Islândia ao vivo?

Não reclame: a gente avisou que você se apaixonaria ao contemplar essas imagens da Islândia. Agora, como viajar até lá?

A Islândia é, de fato, o país de menor densidade populacional de toda a Europa, com cerca de 320 mil habitantes – sendo que dois terços vivem na área de Reykjavík. O motivo é simples: o interior da ilha é praticamente um local impenetrável – no inverno, não passa de um vasto e inabitado deserto gelado.

As geleiras, para se ter uma ideia, cobrem cerca de 15% de todo o território islandês. Isso sem falar nos 22 vulcões ativos, 250 áreas geotermais e 780 fontes quentes também distribuídas pela ilha. Mas, embora pareça inacessível, não é tão difícil chegar na Islândia. Isso porque há um aeroporto, chamado Aeroporto Internacional de Keflavík (KEF), que fica a cerca de 50 km de Reykjavík.

Antes, poucas companhias faziam voos diretos para a Islândia. Mas, com cada vez mais turistas interessados no destino, as alternativas aumentaram. Saindo do Brasil, você pode chegar lá fazendo uma conexão direta por outras cidades europeias, como Madrid, Londres, Paris, Amsterdam ou Frankfurt.

E aí, o que achou dessas imagens da Islândia? Ficou com vontade de conhecer o país? Comente. 😊

 

Deixe uma resposta